4 coisas que o impedem de uma vida de independência financeira

ANÚNCIO

A independência financeira pode significar coisas diferentes para cada pessoa. Defino independência financeira como o período da vida em que meus ativos geram renda suficiente para um estilo de vida confortável. Nesse ponto, trabalhar será opcional.

Mas quanto a você? Como você definiria independência financeira? Se você está procurando se livrar das dívidas, aqui estão cinco áreas que podem estar impedindo você.

ANÚNCIO
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: Preocupado com dinheiro por causa do COVID-19? 5 dicas para a geração do milênio

1. Não ter metas financeiras claras

Se você não está planejando independência financeira, é provável que não a alcance. O futuro está cheio de incógnitas, mas ter uma ideia de quando você gostaria de alcançar a liberdade financeira deve ser o primeiro passo.

Você quer se aposentar antes de completar 65 anos? Você quer viajar o mundo com seu cônjuge assim que chegar à aposentadoria precoce? Ambos os objetivos exigirão uma quantidade significativa de dinheiro guardado, por isso é importante começar a economizar o mais rápido possível para realizar esses sonhos. 

ANÚNCIO

2. Não guardando o suficiente

É importante identificar quanto você está economizando no momento e quanto precisa economizar para se aposentar quando quiser ou alcançar outra meta financeira importante. Usar uma calculadora de finanças (Há diversas pela internet) pode ajudá-lo a brincar com vários cenários de economia de dinheiro e fazer projeções realistas sobre a aposentadoria.

Outra maneira de facilitar a economia de dinheiro é automatizá-la. Configurar uma transferência automática semanal ou mensal de sua conta corrente para sua conta poupança irá tirar a tarefa extra de seu prato já cheio. Mesmo que seja apenas poucos reais por semana, é o suficiente para começar a construir essa reserva.

3. Não pagar dívidas do consumidor

Se você está carregando um saldo de cartão de crédito a cada mês, financiando carros ou apenas pagando o mínimo dos empréstimos estudantis, os juros compostos estão trabalhando contra você. Criar um plano agressivo para saldar dívidas rapidamente deve ser a prioridade número um para quem leva a sério a obtenção de independência financeira

Caso contrário, seu dinheiro está trabalhando para seus credores, não para você. Se você preferir lidar com a dívida do cartão de crédito primeiro, existem vários métodos de gestão da dívida que você pode experimentar, incluindo o Método da bola de neve da dívida e o Método da avalanche da dívida. 

O Método da Bola de Neve da Dívida faz com que você pague primeiro o cartão com o menor saldo, trabalhando para chegar ao cartão com o maior saldo. 

O Método da Avalanche de Dívida é semelhante, mas aqui você pagaria mais do que o mínimo mensal no cartão com a maior taxa de juros primeiro, trabalhando para pagar o cartão com a menor taxa de juros. Ambos são métodos altamente eficazes e a escolha de um realmente depende de sua preferência.

4. Ceder ao estilo de vida

Uma alta renda não o torna automaticamente rico. Conforme você progride em sua carreira, a tentação de atualizar seu estilo de vida para corresponder à sua renda estará sempre presente. Afinal, você trabalha muito, então por que não se recompensa com as mais novas tendências do mercado?

No entanto, se você continuar gastando e vivendo modestamente, poderá gastar mais dinheiro em viagens ou aposentadoria a cada aumento de salário que receber. A liberdade financeira estará ao virar da esquina se você resistir à tentação de atualizar sua casa, carro e aparelhos eletrônicos para corresponder à sua faixa de renda. 

Veja também: Não seja um odiador de orçamentos

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Wise Bread

ANÚNCIO