3 dicas para quem vai comprar na “Black Friday”

A Black Friday acontece sempre na penúltima sexta-feira de novembro, o que quer dizer que esse ano vai cair em 23 de novembro. Só que algumas lojas antecipam o evento. Só que nem todo mundo toma os devidos cuidados na hora de comprar na Black Friday.

Existem algumas pegadinhas que as lojas fazem e que pegam os consumidores menos atentos. Quem não quer trocar gato por lebre deve ficar atento às dicas para comprar na Black Friday de forma totalmente saudável e sem prejudicar o bolso.

Porque o importante é saber que muitas lojas realmente realizam o Black Friday da forma que deveria: com promoções verdadeiras e vantajosas, como a diminuição do preço de vários produtos, o que é um grande benefício para o consumidor.

1 – Está mesmo barato?

A 1ª dica para todo consumidor é se perguntar se o preço está mesmo barato, né. Porque existem lojas que fazem o que é chamado de “evolução de preço”. Então, elas aumentam o preço dos produtos antes de novembro para depois dar a promoção.

E lógico que isso não é certo. O consumidor que pretender comprar na Black Friday deve se atentar a esse ponto e começar a pesquisar os preços com antecedência ou, ao menos, ter uma noção de quanto vale aquele produto que ele quer levar para casa.

Tem uma dica muito boa: tire prints do preço dos produtos quando você tiver interessado para ter uma prova de aquela promoção é fraudulenta. Com isso, você pode até conseguir um desconto de verdade depois.

Quem estiver participando da Black Friday e lidar com essa situação pode denunciar a loja aos órgãos de proteção ao crédito, como o próprio Serasa e SPC ou mesmo ir até o órgão de defesa do consumidor.

2 – Conheça a loja

Se o produto está mais barato do que o praticado no mercado, então, você está no caminho certo para aproveitar as promoções da Black Friday. Mas, tem uma coisa, qual é a loja que está vendendo mesmo?

O ideal é conhecer a loja porque nesse dia, que é focado no comércio, muita gente acaba lidando com lojas fantasmas, que não existem de fato, e só servem para que pessoas de má fé prejudiquem os consumidores. É o famoso golpe.

Não adianta apenas querer pagar barato em produtos, o ideal é fazer uma boa compra, não é mesmo? Para te ajudar, saiba que tem uma lista no Reclame Aqui de várias lojas que não são boas vendedoras ou muitas que nem existem de verdade.

3 – Compre com segurança

Se você vai até a loja física não tem muito segredo, né. Mas, na internet, sim. Porque você tem que saber se está em um ambiente seguro, que é um site seguro. Então, procure por itens que te mostrem isso, especialmente na hora do pagamento da compra.

Todo mundo que vai comprar online na Black Friday tem que ficar atento à isso porque inserir os dados pessoais e bancários pode resultar em problemas financeiros. A dica é acessar apenas sites que tenha o HTTPS e ver o cadeado ao lado do site, na plataforma.