3 formas de saber se um carro sofreu sinistros (acidentes)

Os sinistros de carros podem ser importantes durante uma compra de veículo usado porque conforme o acidente, o veículo pode ter sofrido danos que representam uma desvalorização de mercado. E não é só isso: muitas vezes, a troca de peças não foi feita de forma genuína ou comprovada, o que pode comprometer o veículo.

Claro que nem todo carro batido é ruim e muitos podem ser boas escolhas para você. De qualquer forma, o ideal é conseguir identificar se o veículo sofreu sinistros ou não. E para isso, existem algumas boas dicas, que você vai aprender agora mesmo!

3 formas de saber se um carro sofreu sinistros (acidentes)

1 – A documentação

O primeiro passo para saber se um carro sofreu algum acidente é justamente verificar a documentação dele. E isso deve ser feito antes mesmo de se fechar um negócio. O histórico de sinistros vai estar listado no site do Detran do seu estado ou de onde o carro está registrado.

Então, basta acessar o site e fazer a consulta pela placa do veículo e pelo número de Renavam ou número chassi.

Lembre-se que além dessa consulta online, o interessado também deve averiguar o campo de observações do documento do veículo, sendo que se ele tiver o registro do CSV (Certificado de Segurança Veicular) é porque já sofreu danos anteriormente e teve que ser aprovado pelo Inmetro após o conserto.

2 – Os Detalhes

Outro ponto importante é ficar atento aos detalhes do veículo, como a lataria, que sempre indica os casos de batidas de trânsito. Para muitos especialistas, essa é a melhor forma de saber se o carro sofreu danos porque as deformações na lataria indicam isso.

Aspereza e diferenças de cor são os melhores indicativos.

Para quem entende um pouco mais de carro, verificar as portas para ver se teve batidas laterais também é legal, assim como as linhas do capô para saber se houve trabalho de funilaria e as soldas, quando houver em locais de fixação dos amortecedores.

Ah, tem outra coisa, alguns sinistros não deixam marcas na lataria, né, como as enchentes. Portanto, outra dica é ficar de olho em manchas e testar o ar-condicionado para ver se está cheirando umidade ou mofo. Ferrugens também podem ser indicativos de enchentes.

3 – O Especialista

Como você viu, há muitos detalhes a serem observados em um carro. E, uma das melhores dicas é chamar um especialista para fazer uma vistoria prévia no veículo. Esses peritos podem analisar os detalhes com mais frieza e mais perspicácia.

No início, pagar esse serviço pode parecer um gasto desnecessário, mas somente após a compra e reconhecimento dos defeitos (se houver) é que você vai entender a importância.

Agora, também vale observar o fato de que nem todo carro sinistrado é ruim ou vai representar uma compra ruim, tá bom? A ideia de saber sobre sinistros é para fazer uma melhor escolha ou negociar ainda mais o valor do carro. Existem carros que foram batidos e só tiveram perdas na lataria, o que não é nada mal.