5 conversas sobre dinheiro que todo casal deveria ter

Você sabia que o segredo de um relacionamento saudável pode estar escondido na sua carteira? Não, o dinheiro não compra amor, mas falar sobre eles pode fazer muito bem. Há estudos que atestam que a falta de comunicação sobre dinheiro leva os casais mais jovens a brigas e ao estresse adicional.

Aqui estão algumas discussões financeiras que valem a pena, especialmente se você divide a maior parte de suas despesas. Caramba, elas podem até aproximar vocês!

5 conversas sobre dinheiro que todo casal deveria ter
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: Como sobreviver a uma crise financeira? (11 dicas para casais)

1. Para onde está indo nosso dinheiro?

Você já se sentou com seu parceiro para realmente vasculhar suas contas bancárias recentemente? Pode ser uma boa ideia, especialmente se você espera passar muitos dias dos namorados juntos.

Reserve algum tempo, à luz de velas e vinho, talvez, para mergulhar em seus registros de cheques e contas online. Você vê algum padrão? Vocês dois sabiam que todo aquele dinheiro estava indo para as compras toda semana? Ou que tal aquelas assinaturas de revistas online? Assinaturas de academia não utilizadas? 

Você pode ser capaz de detectar rapidamente algumas áreas que precisam de melhorias antes que se transformem em gritos.

2. Como cada um de nós lida com o dinheiro?

Depois de saber no que está gastando seu dinheiro, você pode passar para o que faz seu parceiro funcionar, financeiramente falando. Ele é um grande gastador? Ela é uma aventureira? Ele prospera em um sistema de caixa? Ela é uma ninja de recompensas de cartão de crédito? 

Frequentemente, esses hábitos são estabelecidos na história da família, motivações internas ou hábitos simples. No meu casamento, sou eu que adoro fazer orçamentos, pagar impostos e planejar o pagamento de dívidas mais rápido. Meu marido? 

Ele fica muito estressado fazendo qualquer uma dessas coisas, mesmo que seja apenas para controlar a conta da TV a cabo. Costumávamos brigar sobre dividir tudo “razoavelmente” entre nós. No final, e por meio de muitas discussões, decidimos que minha força com questões financeiras me tornou uma escolha mais natural para essas funções.

O que compartilhamos é que ambos somos muito ruins com cartões de crédito. Então, fazemos caixa para mais despesas variáveis. A mensagem aqui é encontrar suas semelhanças e diferenças. Descubra o que faz uma pessoa prosperar ou a outra pirar. 

Evite condenar certos comportamentos ou pontos fracos. Em vez disso, celebre suas diferenças, divida as tarefas de acordo com seus pontos fortes e encontre um terreno comum.

3. Devemos depositar juntos ou não?

Sabemos que há muitos casais que matem suas contas separadas até o casamento. Não só isso, na verdade mantêm contas secretas. Se você compartilha muitas despesas, como contas normais e coisas domésticas, convém fazer uma conta conjunta para que todo o seu dinheiro esteja em um só lugar. 

Mas isso provavelmente também significa confessar tudo o que você possa estar escondendo. Alguns casais podem realmente se beneficiar ou apenas desfrutar da liberdade de ter contas separadas. 

E tudo bem também. Os benefícios aqui incluem não ter que pedir para gastar dinheiro ou ter alguma privacidade se quiser comprar presentes para outra pessoa. Dito isso, não trapaceie financeiramente.

Se você deseja ter contas separadas, seja aberto e honesto sobre isso. Se você quiser juntar tudo em uma conta bancária, vá em frente. Você também pode fazer uma combinação de abordagens. Por exemplo, se você ganha R$ 4.000 por ano e seu parceiro ganha R$ 2.000, você pode manter contas separadas. 

Você, então, pode escolher pagar 60% de suas despesas compartilhadas enquanto seu parceiro paga 40%. A chave para qualquer coisa que você escolher é a comunicação, que é a pedra angular de muitos outros aspectos do seu relacionamento.

Veja também: Casais que trabalham em casa? Como maximizar suas finanças

4. Como podemos economizar para algo grande?

Se achar que o dinheiro é difícil, talvez adoçar um pouco o negócio possa ajudar. Economizar para um objetivo comum, como férias, pode fazer com que você junte forças para o bem. Viajar não é sua praia? Sente-se com seu parceiro e escreva uma lista de 5 ou 10 coisas que você gostaria de economizar dentro de um período de tempo definido, como um ano, cinco anos, etc. 

Pontos de bônus se você tiver escrito alguns dos mesmos objetivos. A partir daí, trabalhem juntos para ver como você pode transformá-los de sonhos em realidade. Esta atividade pode ser bastante romântica e emocionante, dependendo de como você define seus desejos.

5. Como Queremos Nosso Futuro?

Uma das metas de poupança mais comuns é a aposentadoria.

O modo como você planeja a aposentadoria tem muito a ver com como você gasta e economiza seu dinheiro atualmente. Então sim, definitivamente vale a pena conversar sobre sua aposentadoria. Afinal, vocês terão um futuro juntos. 

Embora você definitivamente precise falar sobre reais e centavos, também precisa se concentrar no estilo de vida que deseja levar nos últimos anos. Considere escrever como você deseja que seja sua aposentadoria ideal. Talvez você queira uma segunda casa perto dos netos ou diminuir o tamanho e se mudar para o exterior. 

Você pode até querer revisitar esta conversa regularmente para ter certeza de que está na mesma página. Tente atualizar seu plano uma vez por ano.

Veja também: 4 desafios financeiros que fortalecerão todos os relacionamentos

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Wise Bread