5 dicas para gerenciar finanças pessoais durante a viagem

Houve uma explosão de modelos de orçamento e aplicativos que rastreiam despesas para atender às demandas de viajantes experientes. No entanto, administrar as finanças pode ser bastante complicado se você estiver viajando, potencialmente devido à falta de acesso aos seus recursos habituais e sistema de apoio.

5 dicas para gerenciar finanças pessoais durante a viagem
Foto: (reprodução/internet)

Mesmo com algumas fronteiras internacionais fechadas para viajantes devido à COVID, a gestão de finanças pessoais durante a viagem ainda é importante.

Aqui estão 5 dicas fáceis de orçamento se você estiver planejando viagens de verão e outono:

Permaneça conectado

A importância de permanecer conectado durante a viagem não pode ser exagerada. Como vivemos em um mundo digital, é muito fácil ter seu orçamento e ferramentas financeiras acessadas remotamente e isso significa que você pode orçar, economizar e gerenciar suas finanças enquanto está em trânsito.

As principais ferramentas seriam um smartphone confiável. O smartphone que você escolher deve ser rápido para que você possa concluir suas tarefas rapidamente, ter bateria de longa duração e oferecer uma boa conexão à Internet.

ANÚNCIO

Instale aplicativos relevantes no celular

Muitos viajantes modernos parecem ter dificuldade em administrar vários aspectos de suas finanças simultaneamente enquanto estão no exterior, como bancos, orçamentos, investimentos, negócios e poupança. É importante ter aplicativos instalados no dispositivo que o ajudarão a realizar essas tarefas necessárias.

Em maio de 2020, a startup alemã de tecnologia NAGA anunciou o aplicativo de finanças pessoais tudo-em-um NAGA Pay, que deve ser lançado no quarto trimestre deste ano. Conforme relatado pela TechTimes em junho, a startup registrou um grande fluxo de novos usuários ao longo de 2020.

Em um comunicado à imprensa recente, o CEO da NAGA, Benjamin Bilski, comentou sobre o próximo aplicativo: “decidimos combinar toda a nossa experiência em NAGA Pay e estamos atualmente desenvolvendo um super aplicativo para banco móvel e investimentos”.

Veja também: 5 países para viajar em períodos de alta do dólar

Automatize suas finanças pessoais o máximo possível

Para tornar as coisas mais fáceis para você, automatize o máximo possível dessas tarefas. Por exemplo, se você paga certas contas todos os meses, verifique seu aplicativo bancário para criar um pagamento recorrente a cada mês e tenha o valor automaticamente deduzido de sua conta.

Para economizar, crie uma ordem permanente de que uma certa quantia de dinheiro seja transferida para sua conta poupança todo mês. Você também pode examinar a automação de investimentos criando ordens de venda e stop para qualquer investimento em ações ou commodities que você tenha.

Tere Casas, uma artista mexicana que se inspira na natureza para criar pinturas instigantes, diz que automatizar suas finanças melhorou drasticamente sua criatividade.

“Enquanto viajo, encontro-me regularmente em ambientes onde a Internet está completamente indisponível. Certificar-me de que todas as tarefas financeiras estão programadas e automatizadas antes de sair em viagem me ajuda a manter minha mente focada na arte, sem me distrair tendo que pagar o aluguel ou fazer um empréstimo ”, explicou Casas.

“Pode parecer bobagem, mas as ideias para algumas de minhas melhores pinturas podem ser atribuídas a finanças bem automatizadas, pois as ganhei em períodos de foco total na natureza.”

Tenha uma visão clara de suas obrigações financeiras e gastos

Reserve algum tempo para escrever todas as suas obrigações atuais. Isso inclui suas contas, assinaturas e assim por diante. Faça uma lista e determine quanto você gasta em vários itens e quando cada conta é devida. Além disso, certifique-se de criar uma lista de todas as suas várias fontes de receita e como cada uma delas é paga a você.

“Quando se trata de manter suas finanças em sua vida diária ou em viagens como um influenciador, as duas coisas pelas quais eu vivo são orçamentos e planejamento”, diz Isabel Alysa, que frequentemente viaja pelo mundo para promover sua marca de spray bronzeador.

“Um orçamento planejado de forma realista responsabiliza-se por ajudá-lo a não gastar mais do que você ganha e estabelece um limite de gastos que não pode exceder. Prepare-se para superestimar, em vez de subestimar, para que em qualquer circunstância você tenha um pouco mais de flexibilidade para gastar”.

Obtenha um cartão de débito ou crédito para viagens

Um aspecto da gestão financeira com o qual muitas pessoas lutam é manter o orçamento quando estão viajando. Durante as viagens, seja de férias ou a trabalho, muitas pessoas tendem a ser mais impulsivas com seus gastos e isso muitas vezes as leva a ultrapassar seus recursos.

Uma boa maneira de contornar isso é obter um cartão de débito ou de crédito especificamente para despesas com viagens. Isso cria uma distinção clara entre suas finanças e também reforça que seus fundos não são infinitos enquanto você está em trânsito. Existem serviços, que oferecem cartões especificamente para esse fim.

Geivon “EG” Cisneros , que dirige uma empresa de marketing de influência, afirma que os aeroportos são sua segunda casa, diz que abandonou completamente o dinheiro graças aos novos cartões de débito do “banco desafiador”.

“Ao viajar, lidar com dinheiro por meio de um cartão de débito é mais eficiente para você, porque o software de cartão de débito moderno pode rastrear com precisão seus gastos, criar relatórios e iniciar o processo de contabilidade para despesas de negócios”, diz Cisneros.

“Prefiro segurar algucartões do que pilhas de dinheiro dobradas em uma carteira, causando menos trabalho para carregar”.

 

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Forbes

ANÚNCIO