6 lugares seguros para visitar na América do Sul

A América do Sul costuma ter uma má reputação quando se trata de percepções de quão seguro é. Apenas a menção do continente pode evocar imagens de paisagens políticas instáveis e altos níveis de crime e violência. Mas, embora algumas partes da América do Sul sejam afetadas por problemas dessa natureza, a grande maioria é perfeitamente segura para visitar.

Certifique-se de seguir as medidas básicas de segurança em viagens, como não usar roupas chamativas ou joias, carregar apenas pequenas quantias de dinheiro com você e evitar áreas isoladas e mal iluminadas à noite. 

E como acontece com qualquer destino, sempre vale a pena tomar precauções sensatas, pesquisar o seu destino e fazer planos com base nessas informações. Aqui estão seis destinos sul-americanos que são seguros para visitar.

6 lugares seguros para visitar na América do Sul
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: As 7 melhores maneiras de cortar custos com alimentos durante a viagem

1. Buenos Aires, Argentina

Às vezes chamada de Paris da América do Sul, você notará imediatamente que há uma vibração distintamente europeia em Buenos Aires. Os cafés ao ar livre e a culinária com influência italiana, alemã e espanhola oferecem uma referência à história dos colonos europeus da cidade.

Aprenda a dançar tango na casa da famosa dança sensual, experimente o delicioso vinho pelo qual o país ganhou uma crescente reputação e não perca um asado (churrasco) em um dos agitados restaurantes de parrilla. Os restaurantes aqui frequentemente nem abrem antes das 23h e os clubes ficam abertos até o sol raiar. Esta é uma cidade que simplesmente não dorme.

A Argentina não tem avisos de viagem emitidos atualmente pelo Departamento de Estado.

2. Medellin, Colômbia

Anteriormente, a Colômbia foi o campo de batalha de alguns dos senhores do tráfico mais violentos e temidos que o mundo já viu, incluindo gente como Pablo Escobar. No entanto, Medellín tem trabalhado muito para limpar sua reputação nos últimos anos, com efeitos dramáticos claramente evidentes.

A terceira maior cidade da Colômbia ganhou vários prêmios na última década em reconhecimento às suas inovações no design urbano contemporâneo. É um dos destinos de férias mais badalados da América do Sul, com visitantes chegando para conferir a “Cidade da Eterna Primavera”, graças a sua temperatura amena o ano todo.

Embora a Colômbia tenha um consultor de viagens de nível dois , Medellín não é mencionada como um lugar a se temer.

3. Colonia del Sacramento, Uruguai

O Uruguai costuma ser ofuscado por seus vizinhos maiores e mais populares e costuma ser visto como uma viagem de um dia pelos visitantes da Argentina. Mas tem seu próprio charme descontraído que vale a pena explorar, e Colonia del Sacramento é o lugar ideal para começar.

Esta cidade adormecida é realmente para os fãs da vida tranquila, com sua arquitetura histórica, ruas de paralelepípedos e sensação de cidade pequena. O bairro histórico perfeitamente preservado é de longe a maior atração, com sua mistura de edifícios coloniais espanhóis e portugueses, tornando-o um destino pitoresco. O crime é extremamente raro aqui.

4. Santiago, Chile

A capital e maior cidade do Chile é uma metrópole contemporânea, cosmopolita e elegante. A zona central estende-se desde o vasto Palácio de la Moneda, com muitas das ruas totalmente pedonais. Em distritos como Providencia, você encontrará restaurantes requintados e hotéis de alta classe.

O fato de Santiago ficar em um vale cercado por montanhas e colinas significa que oferece muitas oportunidades para escapar do centro da cidade. 

Essa diversidade permite que você dirija-se aos parques elevados e frondosos e aos pontos de observação que oferecem vistas espetaculares da cidade. O Chile não tem avisos de viagem e um aviso de segurança de nível um.

5. Florianópolis, Brasil

Longe da loucura das megacidades do Rio de Janeiro e de São Paulo, encontra-se a cidade menos conhecida de Florianópolis. A maior parte da cidade fica em uma ilha próxima à costa atlântica do Brasil, mas permanece conectada por duas pontes. 

“Floripa”, como é conhecida localmente, é um paraíso para os surfistas descontraído, artístico, é um destino de férias popular para os brasileiros.

O animado centro da cidade está repleto de restaurantes internacionais, cafés da moda e bares animados. Com paisagens tão diversas como exuberantes praias de areia branca, áreas de ricas florestas, lagoas e cachoeiras, Floripa também é uma das maravilhas naturais que permite escapar da cidade com lazer.

Embora algumas partes do Brasil tenham taxas de criminalidade relativamente altas, elas estão concentradas principalmente em áreas específicas, Floripa é uma cidade a se visitar.

6. Copacabana, Bolívia

Um dos maiores lagos de todo o continente sul-americano, o inimitável Titicaca é tão grande que atravessa as fronteiras da Bolívia e do Peru. Excepcionalmente para um lago deste tamanho, também está em grande altitude, situando-se a mais de 12.500 pés acima do nível do mar na Cordilheira dos Andes. 

Existem muitas vilas e cidades às margens do lago, mas provavelmente a mais popular é a cidade boliviana de Copacabana. Na verdade, a cidade em si não tem muito para se ver, mas tudo aqui gira em torno do lago. 

É uma imponente massa de água que se estende até onde a vista alcança. Você pode caminhar pelas encostas ao redor para ter uma vista incrível, ir até a aldeia indígena na Isla del Sol para vivenciar a cultura local e aprender sobre as antigas tradições incas. Copacabana é geralmente considerada extremamente segura.

Veja também: 7 maneiras de gerenciar sua ansiedade de viagem

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Wise Bread