6 verdades sobre investimento para lembrar quando o mercado de ações esiver em baixa

Esqueça o Halloween, 5 de fevereiro de 2018 é o novo dia mais assustador. Naquele dia, a média industrial do Dow Jones (DJIA) despencou quase 1.600 pontos, marcando sua maior queda na história durante um dia de negociação. Se naquele dia você quase vendeu todas as suas ações e pegar o dinheiro, você não estava sozinho.

Ainda assim, é em momentos como esse que você precisa manter a cabeça fria e seguir seu plano financeiro original. Aqui estão algumas coisas a serem lembradas quando o mercado de ações der outro mergulho.

6 verdades sobre investimento para lembrar quando o mercado de ações esiver em baixa
Foto: (reprodução/internet)

Uma breve explicação sobre 401 (k)

O 401 (k) é um plano norte americano de aposentadoria patrocinado por um empregador que oferece incentivos fiscais aos funcionários para economizar dinheiro para a aposentadoria de seus salários.

Desde seu início, há 40 anos, o 401 (k) se tornou o plano de aposentadoria preferido de muitos empregadores, que deixaram de oferecer planos de pensão tradicionais

As contribuições para um 401 (k) tradicional são deduzidas de seus contracheques antes de o dinheiro ser tributado. Você determina a quantia antes dos impostos que investe em cada período de pagamento.

ANÚNCIO

1. O retorno médio histórico das ações está próximo dos 10%

Aprenda com Sir John Templeton, que criou um dos maiores e mais bem-sucedidos fundos de investimento internacionais do mundo: “As quatro palavras mais perigosas em investir são ‘Desta vez é diferente.'”

Embora perder 1 por cento do seu saldo de 401 (k) em um único dia possa parecer terrível, a realidade é que provavelmente será um pequeno soluço em uma jornada cada vez maior. O retorno médio do S&P 500 de 1968 a 2017 foi de 10,05%.

Mesmo quando você analisa um período menor de tempo, esse benchmark da saúde do mercado de ações em geral tem um desempenho muito bom. O retorno médio do S&P 500 para o período 2008–2017 foi de 8,42%.

2. Quanto mais longo for o período de detenção, maior será o retorno médio

O conceito de “comprar e manter” já existe há algum tempo e é fundamental lembrar quando o mercado parece instável. Os especialistas há muito recomendam enfrentar os tempos difíceis.

“O mercado paga um prêmio para aqueles dispostos a suportar a angústia de ver seu patrimônio líquido flutuar além do que os Wall Street chamam de ‘ponto de dormir’“, escreveu o ex-presidente do Federal Reserve, Alan Greenspan.

Warren Buffett, mais conhecido como O oráculo de Omaha, é o famoso adepto do sentimento: “Se você não está disposto a possuir uma ação por 10 anos, nem pense em possuí-la por 10 minutos.

Aqui está um exemplo do porquê comprar e manter é verdadeiro: O índice S&P 500 aumentou 21,64% e 102,50% durante os períodos 2016–2017 e 2000–2017, respectivamente. Ao investir, realmente vale a pena ir até o fim.

3. Ótima hora para conseguir pechinchas

Pense na última vez que você comprou aquele carro novo, uma roupa nova e sofisticada ou uma TV 4K de alta tecnologia de que você tanto se orgulha. Você provavelmente passou dias observando como um falcão para o momento em que um acordo seria feito. Quando isso aconteceu, você saltou sobre ele.

Então, por que comprar ações seria diferente? Você também não iria querer comprar uma ação de um portfólio bem diverso ou de uma grande empresa com tem desconto?

Se você tiver em mente que o retorno histórico das ações está perto de 10% e está planejando comprar ações de qualquer maneira, considere comprar quando os preços das ações estiverem baixos. Afinal, você já ouviu falar de “compre na baixa e venda na alta”, certo?

Fieque por dentro: Veja as indicações de ações da XP para o momento de crise

4. Tolerância a mudanças de risco ao longo do tempo

Desde o nó até a compra de sua primeira casa, até estar a apenas cinco anos da aposentadoria, vários marcos irão afetar sua perspectiva de vida. E investir não é exceção. Se a desaceleração do mercado doeu mais do que há cinco, 10 ou 15 anos, você deve rever sua alocação de portfólio.

Existe uma infinidade de opções de investimento, incluindo títulos, anuidades e fundos mútuos. Se você acha que precisa reduzir sua exposição às ações, pode alocar esses fundos para veículos financeiros mais adequados para sua visão atualizada sobre a vida e os investimentos.

5. A negociação aciona taxas (na maioria das vezes)

Uma pesquisa de 2018 da TD Ameritrade descobriu que mais de 75% dos norte americanos não sabem quanto estão pagando em taxas 401 (k). O pior é que 37% dos entrevistados acreditam (erroneamente) que não pagam nenhuma taxa 401 (k). A realidade é que todos os titulares do plano 401 (k) pagam algum tipo de taxa.

E a negociação pode desencadear muitas dessas taxas. Por exemplo, um fundo pode ter uma taxa de resgate que exige que você mantenha as ações desse fundo por um período mínimo de tempo ou receba uma taxa que varia de 0,01 a 2 por cento do valor da transação.

Dispensar negociações sem conhecimento das taxas aplicáveis ​​pode sair pela culatra, ajustando seu saldo 401 (k) ainda mais.

6. Venda com base em um motivo objetivo

Até então, falamos sobre os motivos do porquê você deve manter suas ações ou até comprar mais. Porém, haverá momentos em que você terá um motivo válido para vender suas ações durante uma desaceleração do mercado. Aqui estão alguns exemplos:

  • Colheita de prejuízos fiscais: em um ano em que você espera um grande passivo fiscal, poderá atingir os prejuízos realizados em seus investimentos e compensar os impostos sobre ganhos e receitas.
  • Rebalanceamento de portfólio: os saldos em classes de ativos específicos flutuam ao longo do tempo à medida que os preços sobem e diminuem. Portanto, pode ser necessário fazer algumas negociações para reajustar seu portfólio de volta à alocação original de ativos.
  • Mudança drástica na política da empresa: vamos imaginar que você comprou uma ação simplesmente porque seu conselho de administração forneceu dividendos a cada trimestre nos últimos 10 anos. Se o conselho da empresa acabasse repentinamente com os dividendos, você ainda iria querer detê-los?

Só porque o mercado de ações sobe e desce não significa que você precise fazer um movimento. Atenha-se a sua estratégia financeira original e lembre-se de que as ações superam a maioria dos tipos de investimentos no longo prazo.

Isso pode significar desligar-se das notícias financeiras por um tempo para que isso não prejudique seus medos. A longo prazo, você deve se dar bem.

 

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Wise Bread e Kiplinger

ANÚNCIO