A Apple aumenta a oportunidade de receita com AirPods Max e Fitness +

Quando todos nós pensamos que a Apple havia realmente dado as últimas cartadas para o ano, a empresa surpreende mais uma vez. No dia 8 de dezembro, o AirPod Max foi revelado, juntamente com detalhes sobre o serviço Fitness+. 

Ambos serão lançados a tempo de causar algum impacto na temporada de compras de fim de ano de 2020. Pelo menos nos EUA.

Veja também: Uber vende divisão de carros autônomos e assume uma aposta

O tão esperado AirPods Max

O fone de ouvido durante o ano foi amplamente antecipado, muito comentado entre os entusiastas da tecnologia, embora alguns esperassem que ele se chamasse AirPods Studio. O AirPods Max foi descrito pela Apple como “um equilíbrio perfeito entre áudio de alta fidelidade estimulante e a magia sem esforço dos AirPods”.

O dispositivo está custando US $ 549 (valor americano) e estará disponível para entrega nos Estados Unidos a partir de 15 de dezembro, embora certas cores, como o azul celeste, sofrerão um atraso de semanas no envio. 

O novo dispositivo da Apple vai competir com o Beats Studio3 da própria marca, que é vendido por cerca de metade do preço de introdução de seu novo primo, e outros produtos de marcas concorrentes mais estabelecidos, como a Bose.

Os dispositivos domésticos e vestíveis da Apple tornaram-se valiosos recentemente, por causa do “fator de upsell”. A empresa passou a maior parte da última década e meia construindo sua base de usuários. Agora, ela pode lucrar com a fidelidade dos clientes.

A Apple aumenta a oportunidade de receita com AirPods Max e Fitness +
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: Cuidado! A Intel é barata por um motivo

Fitness + estreia

Do lado dos serviços, a Apple já havia anunciado o aplicativo de fitness intitulado de Fitness + em setembro. O preço de cerca de US $ 10 por mês ou US $ 80 por ano também era conhecido. Agora, ficamos sabendo que o serviço pode ser adquirido em 14 de dezembro.

Não está claro o impacto do Fitness + nos resultados financeiros da Apple. Quando se trata de serviços, a empresa tem um histórico irregular, com iCloud, Music e App Store sendo provavelmente os únicos grandes vencedores até agora.

O lançamento do Fitness +, no entanto, destaca o foco da Apple no ecossistema e nas oportunidades de upsell. Também pode ajudar a aumentar a demanda pelas camadas superiores do Apple One, o pacote de serviços que foi lançado no início deste trimestre.

Em qualquer caso, o Fitness + pode não ser uma virada de jogo, mas provavelmente será um acréscimo para um segmento que tem tido um bom desempenho nos últimos anos.

A Apple aumenta a oportunidade de receita com AirPods Max e Fitness +
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: Facebook prevê dois lançamentos impactantes para 2021

Fonte: The Street