5 aplicativos para vender coisas e ganhar dinheiro nas férias

Chegou as suas férias e você resolveu que quer fazer um limpa nas suas coisas. Daí, pensa: “onde anunciar os produtos para vender e ganhar um dinheiro extra nessas férias”? E foi pensando nessa pergunta que criamos este conteúdo.

Abaixo separamos os 5 aplicativos mais usados e mais conhecidos e que podem ser de bastante utilidade para você que quer vender seus produtos nos próximos dias. A maioria deles não tem custo ou taxas, conheça-os.

5 aplicativos para vender coisas e ganhar dinheiro nas férias

E leve em conta que, independente do aplicativo que você use, uma boa ideia é você sempre optar por negociar em lugares públicos, conhecidos, seguros e junto com outras pessoas para evitar qualquer tipo de fraude ou golpe.

1 – Enjoei

O Enjoei é aquele tipo de site mais confiável, onde as pessoas vendem tudo que tem em casa em não usam mais. Geralmente, o foco são as roupas, mas dá para encontrar de tudo por lá.

A grande questão é que o site não cobrada nada para quem anuncia. Mas, cobra uma taxa na hora da concretização da venda. É uma boa ideia para quem não quem gastar e se desapegar. E, de sobra, ganhar dinheiro nas férias.

PROPAGANDA

2 – Mercado Livre

O Mercado Livre já é mais conhecido dos brasileiros. O site também é confiável e, inclusive, tem uma listagem para os vendedores, que diz sobre a sua reputação e a quantidade de itens vendidos.

A questão é que dá para vender de tudo no Mercado Livre, mas hoje em dia ele tem sido usado para vender peças novas também, que são compradas em lotes e vendidas separadamente, por isso, são mais baratas.

3 – OLX

A OLX segue a ideia do Mercado Livre, só que acaba funcionando melhor por ser mais regional. Então, se você vai vender um móvel ou um carro, por exemplo, a OLX pode ser melhor do que o Mercado Livre.

Na OLX também dá para vender de tudo, só que vale a dica para sempre negociar a compra ou venda em lugares públicos, ir acompanhado e evitar o interesse por produtos que estão “baratos demais”. O anúncio e a compra não tem taxas.

4 – Facebook

O Facebook é uma das redes sociais mais usadas no mundo inteiro. Logo, é porta de entrada para quem quer vender alguma coisa usada. Só que aí a venda fica mais restrita aos amigos da pessoa. Ou pode ser lançada em grupos, o que aumenta o círculo de possíveis compradores.

O fato é que o Facebook não tem garantias e lá só poderá ser feito o anúncio. Já o pagamento e as negociações acabam acontecendo em uma conversa pessoal. Também é preciso tomar cuidados na hora de transacionar o produto.

5 – Elo7

Por último, o Elo7, que é uma ideia muito boa para quem quer vender os seus produtos que são feitos para esse fim. A ideia aqui não é vender algo que você não usa mais, mas sim vender algo que você produziu nas férias.

O Elo7 é hoje em dia a maior plataforma e mais usada no Brasil para a venda de artesanatos, de todos os tipos de materiais, desde recicláveis até mesmo biscuit, crochês e outros.

PROPAGANDA