Aposentadoria: Tudo começa com um orçamento

ANÚNCIO

Quando você se reúne com seu planejador financeiro, fala sobre seu orçamento? Se não, você deveria.

Sempre fico surpreso com a frequência com que os consultores financeiros se concentram apenas em administrar o dinheiro no mercado quando as pessoas se aproximam da aposentadoria. 

ANÚNCIO

Nada de bom acontece às pessoas que se aposentam sem um plano de renda adequado, e sim, isso envolve ativos que crescem, mas também exige um exame intenso do fluxo de caixa e das despesas.

Sim, é importante ter ativos, e sim é importante obter uma taxa de retorno satisfatória. Ainda assim, se as despesas não forem devidamente equilibradas pela quantidade de ativos que as pessoas possuem, o resultado final pode ser desastroso. 

Infelizmente, não vejo a maioria dos consultores despendendo tempo e esforço para realmente revisar os orçamentos de seus clientes para determinar se as expectativas para os ativos são adequadas ou não.

ANÚNCIO
Aposentadoria: Tudo começa com um orçamento
Foto: (reprodução/internet)

Veja também:  Guia para viver confortavelmente na aposentadoria

Alguns milionários não têm dinheiro para se aposentar

Eu me encontro com pessoas regularmente e raramente acho que elas têm um orçamento. Embora tenham trabalhado com um consultor financeiro por anos, eles ainda estão adivinhando quanto dinheiro realmente precisam para cobrir a aposentadoria, não apenas suas necessidades básicas, mas também seu estilo de vida desejado. 

As pessoas vêm ao meu escritório, geralmente como excelentes poupadores. Profissionais que fielmente gastaram centenas de milhares (geralmente milhões) e ainda não têm certeza se têm o suficiente.

Por que isso acontece? Bem, pode haver muitos motivos, mas eles têm pelo menos uma coisa em comum: nenhum orçamento. 

Já vi pessoas com US $ 5 milhões e, ao que parece, não são suficiente porque seus gastos são muito altos para os ativos que possuem. Sim, eles têm o suficiente para “sobreviver”, mas uma pessoa ou casal que economizou tanto frequentemente também tem um estilo de vida que deseja manter na aposentadoria. 

Se eles tivessem apenas olhado e criado um orçamento, não ficariam tão surpresos de não conseguirem viver o estilo de vida a que estão acostumados agora que estão se aposentando.

Consultores financeiros podem deixar a peteca cair

Seu atual consultor financeiro revisou consistentemente a taxa de retorno de seus investimentos, mas raramente foi além disso. Eles nunca verificaram os “e se”. 

E se eu morrer muito jovem? E se eu viver muito? E se meus impostos aumentarem na aposentadoria? E se o mercado cair drasticamente no início da aposentadoria? E se meu cônjuge for para uma casa de repouso ou nos divorciarmos? Quanto resta de uma pensão se meu cônjuge falecer?

Acho que você entendeu meu ponto. Começa com um orçamento e segue daí.

A aposentadoria tem a ver com fluxo de caixa! Quando um cônjuge morre, os impostos do cônjuge remanescente aumentam. Como você mantém o fluxo de caixa intacto? Fluxo de caixa, fluxo de caixa, fluxo de caixa.

Os investimentos são apenas parte da equação. Gerenciar riscos para o fluxo de caixa é outra parte da equação. Conhecer e gerenciar despesas faz parte da equação.

 Infelizmente, é comumente ignorado por consultores financeiros. Se o seu o ignorou, traga você mesmo. Resolva suas preocupações e, por favor, faça um orçamento.

Veja também: Como os animais de estimação melhoram nosso bem-estar na aposentadoria

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Kiplinger

ANÚNCIO