Apple Card: entenda tudo sobre como a tecnologia funciona

ANÚNCIO

A Apple é uma multinacional estadunidense conhecida pelos produtos eletrônicos iPod, iPad, iPhone, Apple TV e muitos outros. A empresa foi fundada em 1976 por Steve Jobs e, atualmente, é uma das marcas mais valiosas do mundo. 

Com 44 anos no mercado, a Apple sempre vem inovando nos seus serviços e, no final de 2019, entrou para o segmento de cartões de crédito com Apple Card. Em parceria com o banco norte-americano Goldman Sachs e Mastercard, a empresa promete um cartão com recursos únicos. 

ANÚNCIO

O novo serviço só está disponível para os Estados Unidos, mas a previsão é que até o final de 2020 os outros países possam aproveitar as vantagens do Apple Card. Para saber mais sobre a tecnologia e os benefícios do cartão de crédito da Apple, basta continuar lendo o artigo. 

Apple Card: entenda tudo sobre como a tecnologia funciona
Foto: reprodução/internet

Entendendo o que é o Apple Card

De acordo com a Apple, o objetivo do cartão de crédito é garantir autonomia financeira aos usuários, dando detalhes das compras e ajudando a entender os seus gastos. O cartão trabalha em conjunto com o aplicativo Apple Wallet (integrado ao Apple Pay) e para usá-lo é necessário que a pessoa tenha um apple Watch ou um iPhone. 

Um das novidades do Apple Card é que ele não tem anuidade, nem taxas para fazer transações internacionais ou de estouro de limite. Além disso, não será cobrada multa caso o pagamento da fatura seja atrasado. O cartão está disponível na versão digital (aplicativo) e na física. Ele é feito de titânio e tem um visual minimalista. 

ANÚNCIO

As informações como número do cartão e CVV não estão visíveis na versão física, e sim gravadas no chip, podendo ser consultadas pelo aplicativo Apple Wallet. Sincronizado com o Apple Maps, usando o cartão é possível que o usuário tenha acesso a dados das transações (feitas via Touch ID ou Face ID) como endereço da loja e data de compra.

Benefícios do cartão de crédito da Apple

Quando a compra é realizada usando o Apple Card, ela é organizada automaticamente de acordo com a categoria (seja bebida, entretenimento, compra ou outros). Além disso, o cliente também terá acesso a relatórios mensais e semanais para acompanhar os gastos do cartão.

O Apple Card na versão física conta apenas com o nome do usuário (é escrito a laser). Ele é internacional e tem bandeira Mastercard. O serviço conta com o programa de cashback diário chamado Daily Cash, em que o cliente recebe cerca de 2% da transação realizada pelo Apple Pay. Além disso, ele também garante retorno em:

  • Compras feitas na App Store (cerca de 3%);
  • Compras feitas no cartão físico (apenas 1%).

O dinheiro pode ser usado para comprar algo ou pagar a conta do mês, por exemplo. Além disso, ele cai imediatamente na Apple Cash, local onde todo o dinheiro do usuário está guardado. 

O único custo do cartão é a taxa de juros, que dependendo do perfil do cliente, pode ficar entre 12,99% e 23,99% ao ano.

Como conseguir o Apple Card?

Como o Apple Card ainda só está disponível nos Estados Unidos, os interessados na versão física do cartão devem ir numa loja Apple e solicitar. Caso queira a versão digital, basta baixar o aplicativo Apple Wallet, solicitar e aguardar aprovação (geralmente demora entre minutos e horas). Para solicitar o cartão é necessário:

  • Ter no mínimo 18 anos;
  • Morar legalmente nos EUA;
  • Ter um iPhone (12.4), Apple Watch ou iPad  (iPad Air 2 ou superior);
  • Ter acesso ao iCloud.
ANÚNCIO