Existe jeito de assegurar um investimento financeiro?

Os investimentos financeiros mais seguros do Brasil são aqueles monitorados pelo FGC – Fundo Garantidor de Crédito. E eles são classificados com mais de 98% de segurança.

No entanto, não podemos dizer que os investimentos são 100% seguros e sólidos, sempre há a probabilidade, apenas de quase nula, de acontecer algo inesperado com o mercado de investimentos.

Existe jeito de assegurar um investimento financeiro?

Existem alguns investimentos que não podem ser consolidados e ditos como 100% seguros, especialmente porque são os Investimentos de capital e em caso de volatilidade inesperada, algo ruim também pode acontecer.

Agora, se você tem dinheiro na poupança, não precisa se preocupar, esses tipos de imprevistos nunca aconteceram no Brasil. Fique sabendo mais sobre a segurança dos investimentos.

O que é FGC?

FGC é Fundo Garantidor de Crédito, uma entidade privada sem fins lucrativos, assim se você investir em uma determinada instituição financeira e ele, infelizmente, decretar falência, você não será atingido por esse “imprevisto”.

PROPAGANDA

Isso porque o seu recurso está protegido, claro, há um limite de valor por CPF e por instituição bancária.

Assim,, o limite imposto é de R$ 250 mil, ou seja, todo o valor dentro do limite estipulado estará seguro.

Sobretudo, o Fundo Garantidor de Crédito, ou apenas FGC, assim como descrito no nome, é uma garantia que o investidor tem sobre o seu crédito invertido.

Em caso de falência ou intervenção do banco, todos os clientes estão acobertados, claro, dentro do limite descrito a cima.

Os Investimentos que são cobertos pelo FGC

A notícia ruim é que essa garantia do FGC não abrange todos os investimentos. Confira quais estão dentro da garantia que o FGC dá ao investidor!

Poupança

A poupança é o investimento mais utilizado pelos brasileiros, embora haja especialistas que contraindicam, pois o seu retorno é pequeno e compete apenas com a inflação.

Com a taxa de juros básicos da economia, a Selic, no patamar atual, a poupança paga 0,5% de juros ao mês mais uma Taxa Referencial (TR), que representa um valor bem pequeno.

Pelo menos, quem investe na poupança tem, dependendo do valor investido, até o montante de R$ 250 mil assegurados pelo Fundo Garantidor de Créditos.

CDB

O CDB é uma sigla utilizada para ‘Certificado de Depósito Bancário’. Um título que é emitido por bancos para captar dinheiro de pessoas físicas e o emprestar para outras pessoas.

O rendimento do CDB pode ser pós-fixado ou prefixado. O pós-fixado normalmente é associado ao CDI, que é uma taxa de referência bem próxima da Selic.

Trata-se de um investimento com liquidez menor do que outros títulos, como o Tesouro Direto.

LCI e LCA

LCI e LCA são as Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio.

Para o investidor é bastante semelhante ao CDB por causa do seu funcionamento e também têm rendimento atraente, normalmente atrelado ao CDI.

Uma vantagem desses investimentos é que eles não incidem Imposto de Renda, pois ele leva no mínimo 15% dos rendimentos de boa parte das outras aplicações.

LC

As Letras de Câmbio, ou apenas LC, também são títulos semelhantes ao CDB para o investidor

A diferença é que as LCs não são emitidas por um banco, mas sim por uma financeira.

Eles contam com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito para o mesmo valor de CDB, poupança, LCI e LCA: até R$ 250 mil por CPF.

PROPAGANDA