Entenda como atrair e fidelizar clientes com o inbound recruiting

Você sabia que existe um novo jeito de atrair e fidelizar clientes no mercado? O inbound recruiting é um método que foi inspirado no inbound marketing e tem o foco de recrutar, selecionar e reter alguns talentos para a sua empresa.

Para quem não sabe ainda, o inbound recruiting é o mesmo conceito que vem do marketing, sendo que foi adaptado ao processo de recrutamento e seleção, que é da área de Recursos Humanos de qualquer empresa, de todo porte.

Se você ainda não entendeu, considere que a ideia é que a empresa consiga atrair pessoas e transformá-las em suas promotoras. Ou seja, são elas que vão divulgar as vagas de emprego. Tudo é visto como uma experiência positiva, mesmo se forem contratados ou não.

Como funciona o inbound recruiting

Quem comentou o assunto foi a consultora de Recursos Humanos Dilza Taranto. Ela explica que esse método tem o objetivo de atrair o candidato ideal. Logo, a ideia é fazer com que ele opte por trabalhar na empresa.

Nesse método usado, que tem sido muito usado por grandes empresas, considere que a primeira coisa feita não é a divulgação das vagas. E sim com uma série de atitudes e esforços feitos pela marca – indicado pela área de Recursos Humanos.

ANÚNCIO

“O ideal é começar assim que a companhia precisar de novos colaboradores porque a metodologia surte efeito principalmente em médio prazo. Um bom ponto de partida é se unir com o time de marketing para a construção de um bom planejamento do projeto”.

Esse é o conselho de outro profissional especialista, Guilherme Dias.

Opinião que é compartilhada

A mesma opinião sobre como atrair e fidelizar clientes com o inbound recruiting vem da advogada trabalhista Deborah Vasques. Ela ainda adiciona algumas vantagens.

“Com certeza, esse é um processo que facilita a adaptação do colaborador à organização, ajuda a diminuir o turnover e ter mais uma mão de obra engajada com os objetivos da empresa”.

Porém, ela também faz ressalvas. Saiba que é fundamental ir com muito cuidado na implantação deste sistema de recrutamento. Por exemplo, preciso ter uma equipe de marketing e social media que pensem e tenham atitudes focadas em resultados.

Outra opinião, que vai na mesma definição é do Lucas Rana. Ele ressalta a importância de ter algum profissional especialista que entenda de análise de dados para não investir muito dinheiro sem o retorno esperado.

As etapas do processo do inbound recruiting

Outro ponto comum entre os especialistas é que esse processo funciona em 4 etapas. Sendo elas: atração, conversão, fechamento e encantamento. E tudo isso pode ser seguido por quem quiser atrair e fidelizar clientes.

ATRAÇÃO – Assim sendo, na primeira fase, o candidato tem o primeiro contato com a marca empregadora. Como fazer isso? Pode ser visitando o site, conversando com colaboradores em eventos ou outras formas.

CONVERSÃO – A conversão é o momento em que visitantes vão poder atuar como pessoas que passaram a considerar fazer parte da empresa. Isso é chamado de gerar leads. Como fazer? Gerando as visitas recorrentes em suas páginas.

FECHAMENTO – O fechamento é o momento em que os leads se tornam candidatos. E isso acontece ao eles se inscreverem em uma vaga ou participando do processo de seleção.

ENCERRAMENTO – Na etapa de encantamento, o candidato pode se tornar colaboradores da empresa ou não. Na verdade, o foco está em contratar. Porém, isso não é obrigatório de acontecer.

O uso da estratégia de forma inovadora

Os processos de recrutamento e seleção convencionais são focados apenas na etapa de fechamento. No entanto, você pode pensar em atrair e fidelizar clientes usando o inbound recruiting, como mencionamos acima.

Essas etapas a mais não vai representar apenas gastos para a empresa. Isso porque a estratégia é que você tenha um trabalho de construção de relacionamento.

O mais interessante é que a mesma ideia vale para qualquer empresa, até mesmo as microempresas, que podem optar por contratar esses serviços especializados assim como por capacitar os funcionários de RH.

Sem dúvidas, o que não dá para discordar é que essa é uma nova forma de captar os melhores profissionais no mercado. Só que mais do que isso, também é uma maneira de transformá-los em promotores das vagas e da marca, independentemente de serem contratados.

Você também vai gostar de ler essa matéria do mesmo tema: Veja qual o significado de inbound recruiting [+ 3 casos de sucesso]

Os benefícios

No fim das contas, para saber se vale a pena, você só tem que mensurar os benefícios. Mas, para que as vantagens existam é essencial que o RH seja transparente com o seu público e com a própria marca.

Sendo que isso vai garantir participantes mais satisfeitos e processos seletivos mais rápidos. Logo, entre os benefícios, temos a maior probabilidade de conseguir atrair talentos que se encaixam na vaga e estão de acordo com a cultura da empresa.

Entenda como atrair e fidelizar clientes com o inbound recruiting

Isso evita contratações erradas, por exemplo. Logo, também resulta em contratações mais assertivas, com a diminuição dos gastos inconvenientes. Outra coisa é que a empresa passa a ter colaboradores mais motivados com o trabalho.

Além da otimização do tempo, pois os candidatos já chegam mais educados e preparados para a vaga. Por fim, pode até ser considerado um investimento para promover a empresa no mercado, contribuindo com a visibilidade dela.

ANÚNCIO