Veja 4 benefícios do seguro de vida

O Seguro de Vida tem sido uma alternativa para muita gente que quer garantir uma boa herança ou mais dignidade para a família após a morte. Só que o que pouca gente sabe é que os seguros desse tipo servem para além da morte.

Dá para usar o seguro como investimento e aumento de patrimônio, por exemplo. Ou para casos de doenças graves ou de invalidez. Entre outros. Continue lendo para saber mais sobre alguns dos benefícios do seguro de vida.

Veja 4 benefícios do seguro de vida

1 – Morte

O benefício mais conhecido para um seguro de vida é o da morte, né. Assim, o seguro de vida serve para quem quer deixar uma herança para filhos ou para a família após a sua morte. Só que o seguro de vida tem outras vantagens, como vamos ver a seguir.

Aqui neste ponto, porém, vamos entender que o valor do seguro que é pago vai depender do contrato que foi feito pela pessoa. Ele pode variar em termos de valores, prazos, saques e tudo mais. Portanto, é preciso ler o contrato antes de contratar o seguro de vida.

2 – Invalidez

Outro motivo que tem sido muito importante para quem busca formas de fazer o seguro de vida é sobre a cobertura, que vai além da básica, para casos de invalidez. Nesse caso, tudo também vai depender do plano contratado.

ANÚNCIO

Mas, de um modo geral, a cobertura é para casos de invalidez permanente ou parcial. E os valores podem ser pagos mensalmente para o titular do produto financeiro. E há ainda coberturas para casos de doenças graves, como câncer.

3 – Burocracia

O que pouca gente sabe é que o seguro de vida pode exigir um inventário e isso vai acarretar custos e até alguma perca de renda. Só que se o seguro estiver no testamento do titular, ele passa a não ter a obrigatoriedade do inventário.

Assim sendo, deixa-se para trás toda a questão burocrática e os custos desse processo que acontece após a morte de uma pessoa da família.

4 – Investimento

Para muitos pais e mães, o seguro de vida tem sido uma forma de guardar dinheiro para as novas gerações da família. Assim, isso se torna uma forma de investimento. Agora, vale dizer que não é um investimento, apesar de servir como tal nesses casos.

Os investimentos financeiros têm rendimentos e o seguro, não. De qualquer maneira, para quem não conseguiu acumular patrimônios e dinheiro durante a vida, o seguro se torna uma forma de “alavancar o patrimônio” da família.

Bônus – cuidado na contratação

Para terminar este conteúdo, vale considerar que você deve ter muito cuidado ao contratar um seguro de vida. Ele pode ter letras miúdas e surpresas. Como, por exemplo, o fato de ter parcelas que aumentam conforme os meses passam.

Note que o seguro de vida é um produto financeiro que pode ser bom para você ou não. Assim como pode ter planos que condizem com a sua realidade ou não.

Portanto, não tem uma regra geral sobre o fato dele ser bom ou não. O único jeito de saber é estudando o assunto e vendo as opções de planos.

ANÚNCIO