Você sabe qual é a carga tributária da gasolina?

O assunto de hoje é a carga tributária da gasolina.E por que o assunto é importante? Bom, após saber quanto você está pagando de imposto ao abastecer o seu veículo, com certeza, você vai saber a importância desse tema!

E sem mais delongas, vamos nessa: você sabia que só de imposto e de tributo, acabamos por pagar algo como 45% do preço final do combustível? Sim, o valor é cobrado ao consumidor na bomba em todos os postos do Brasil.

Você sabe qual é a carga tributária da gasolina?

Isso não quer dizer nada além do fato de que 45% do que você pagar de combustível está indo, diretamente, para o pagamento de tributos ao governo. Sendo que do todo, 29% é para o governo do estado e 16% para o federal.

O combustível

O combustível é algo necessário para todos os veículos. Independente se é a gasolina, o etanol, o diesel ou qualquer outro. Até mesmo a energia elétrica, que tem sido discutida hoje em dia, é uma forma de combustível para veículos.

E, quando se estuda a compra de um carro, por exemplo, o combustível é um item que pesa no bolso do consumidor. O resultado é que as pessoas que não tem dinheiro sobrando optam pelos carros mais econômicos, isto é, que usam menos combustível.

Quem anda muito com o carro, gasta muito combustível. E com a alta de preços, o valor pesa muito no orçamento financeiro final da família. Tem gente que chega a abrir mão do carro por conta do combustível.

Então, definitivamente, o combustível pesa no bolso do consumidor. Por isso, é importante saber porque ele é tão caro e como é diluído o valor dele. Acompanhe.

O preço do combustível

Como foi falado acima, 29% do total gasto por você na hora de abastecer o seu carro vai para o estado e outros 16% para o governo federal, para o povo lá de Brasília. E isso está feito nas entrelinhas, através do Cofins, por exemplo.

Vamos analisar, então, qual é a composição de preço que vai para o nosso combustível, verdadeiramente dizendo?

Vamos nos basear na média dos preços da gasolina que chega até o consumidor das principais capitais, ok? Temos, por exemplo, uma porcentagem de 28% do total pago que vai para o combustível, conforme a Petrobras.

Então, por mais doloroso que seja, saiba que dos R$ 100 que você pagou pela sua gasolina, apenas R$ 28 é que foram de gasolina, propriamente dita, tá. Frustrante isso, mas é a verdade.

Para onde vai o dinheiro?

Assim, fica bem fácil entender como o dinheiro do combustível se dilui. Considerando esses 28% do combustível, e os 16% dos impostos federais e mais 29% do ICMS e 13% para custos gerais e 14% de lucro para revendas… Bom, o consumidor paga a conta.

Basicamente, assim que é composto o preço da gasolina.

O que mais incomoda é que a maior parte, os 29% do todo, é só de ICMS, que fica lá no governo federal, com os presidentes, governantes, etc. Mas, o pior mesmo é que eles não dão os retornos que deveriam para quem paga os impostos.