Aprenda como criar uma carteira de investimentos para o futuro da família

O ato de unir vários investimentos que você possui em um determinado lugar dá-se o nome de carteira de investimento. Os seus lucros são baseados na forma organizacional que prepara essas aplicações. Dessa forma, a gente pode ter uma carteira de investimentos para o futuro.

Isso vai te ajudar a garantir uma aposentadoria mais rica. Além de mais viagens, mais dinheiro na conta, menos preocupações com a previdência social também. Porém, nem todo mundo tem facilidade para investir dinheiro agora e pensar lá na frente.

Afinal, cada pessoa possui um portfólio distinto e agrega diferentes investimentos desde aplicações na bolsa de valores ou títulos no Tesouro Direto, por exemplo. Assim, tudo vai depender de qual é o seu perfil e quais são os objetivos que possui com seu dinheiro.

Sendo assim, para criar uma carteira de investimentos para o futuro da sua família é preciso entender como montar para otimizar seus lucros e minimizar as chances de prejuízos pensando justamente na sua família e nos seus gostos. Saiba mais.

A sua intenção deve ser ganhar dinheiro

Uma boa carteira de investimentos é feita para que você tenha uma boa estratégia para vencer no mercado financeiro. Se a organização do seu portfólio for ruim, seus ganhos ficarão muito aquém daquilo que sonha ganhar.

ANÚNCIO

Então, já considere que um erro comum é fazer investimentos apenas em ações e não fazer uma diversificação em várias outras opções.

Com essa diversificação, você será capaz de conseguir dinheiro em várias frentes, sem depender de uma única fonte. Mas, por que isso seria bom? Em caso de prejuízo em uma aplicação, você poderá compensar em outra. Logo, você minimiza os riscos.

Por isso, a diversificação é uma ótima ideia para todo mundo. Inclusive, para você que quer investir para ganhar dinheiro.

Outro erro é pensar que para iniciar uma carteira de investimentos você precisa ter um grande capital para aplicar. Só que a verdade é que quanto antes começar, independentemente do valor, mais rápido você chega ao objetivo.

Aprendendo como montar sua carteira

Em um próximo passo, saiba que dá para montar uma carteira de maneira simples. Ainda que isso pode ser um pouco difícil, não é. Ainda mais quando sua intenção é juntar dinheiro não somente para si, mas para a sua família.

Para isso, você deverá entender qual é o seu perfil: Conservador, Moderado ou Agressivo. A gente explica cada um deles abaixo.

O investidor conservador é aquele que não gosta de correr grandes riscos e opta sempre por fazer investimentos seguros. Tesouro Prefixado e CBDs com taxa fixa de rendimento são boas pedidas. Aplicações com pouca flutuação como o Tesouro Selic também são interessantes.

O perfil moderado é para investidores que são um pouco mais corajosos e espera um retorno um pouco maior. Para isso, também assume mais riscos. Nesse caso, qualquer título do Tesouro Direto é indicado.

Mas se você for um investidor agressivo, significa que tem vontade de ganhar mais dinheiro, é arrojado, confia nos seus instintos e não tem medo de levar prejuízo. Uma opção são as debêntures, vistas como títulos privados com incentivos livres de Imposto de renda.

Saiba quais são os melhores fundos de investimentos para 2020

A partir disso, será possível ver quais são as melhores formas para investir e diversificar o capital seu e da sua família.

Quanto eu preciso para começar a investir?

Aprenda como criar uma carteira de investimentos para o futuro da família

Dessa forma, a próxima pergunta é sobre quanto separar para montar essa carteira de investimentos para o futuro. E tudo depende do quanto você recebe e qual é a verdadeira situação financeira que sua família se encontra.

Assim sendo, é necessário que seja ponderado neste primeiro momento, pois você precisa organizar suas contas. Em seguida calcule quais são seus gastos mensais e, a partir desse dígito, verifique o que irá sobra e quanto disso poderá usar para fazer seus investimentos.

Vamos dar um exemplo prático, se você economizar R$ 100 mensais, em 18 anos terá R$ 21.600,00, sem calcular nos investimentos que você escolheu. Para conseguir esse valor, você terá que economizar somente R$ 3,29 diariamente, contando desde o nascimento do bebê.

Porém, não misture economizar dinheiro com o fato de cortar gastos básicos dos seus filhos. Não interferir nesse dinheiro é uma forma fundamental de organização. Logo, fazer um pé de meia enquanto ainda são pequenos pode ser uma excelente ideia.

A importância da educação infantil

E já que falamos nos pequenos, vamos trazer aqui um assunto muito importante. Ele não está inteiramente ligado a como montar uma carteira de investimentos para o futuro. No entanto, você vai ver que faz todo sentido.

Para um investimento familiar dar certo, todos os membros da família, em algum momento, também deverão cooperar. Sendo assim, é preciso ensinar uma educação financeira para os seus filhos desde pequenos.

É crucial que eles entendam o valor do dinheiro, saiba economizar e gastar seu dinheiro com sabedoria.

Como?

Se você não sabe como fazer isso, comece a pensar nas possibilidades. Por exemplo, dar uma mesada a eles é uma forma interessante de começar aprender usar aquilo que recebe com inteligência.

Cada idade requer alguns trabalhos diferentes. Dos 5 a 6, você eles podem arrumar cama, ajudar a postar os pratos para as refeições. Regar as plantas pode ser um extra.

Entre os 7 e 9, já pode começar a lavar uma louça e receber a mais um extra para cuidar dos animais e do quintal,

Depois disso, a criança pode levar os animais para passear, lavar o carro e claro, nunca deixando de fazer aqueles trabalhos que já fazia quando mais novo. Com essa educação, logo também farão sua própria carteira de investimento.

ANÚNCIO