Como ajudar seus filhos em seus primeiros orçamentos

Os adolescentes precisam de orientação para construir seus primeiros orçamentos. Mas com eventos esportivos, atividades extracurriculares e dever de casa para se preocupar, pode ser fácil para os pais deixarem as habilidades orçamentárias desaparecerem. 

E se você nunca foi ensinado a fazer orçamentos por seus próprios pais, talvez não saiba como ensinar essa habilidade a seus filhos. Ajudar seu filho adolescente a criar um orçamento não precisa ser excessivo ou demorado. O importante é ser proativo e consistente ao ensinar seu filho adolescente como lidar com o dinheiro no mundo real.

Como ajudar seus filhos em seus primeiros orçamentos
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: 5 coisas financeiras que seus filhos devem saber antes de saírem de casa

Oferecer uma mesada mensal

Oferecer uma mesada ajudará seu filho a reconhecer a importância do planejamento financeiro de longo prazo. Se gastarem todo o valor da mesada do mês no primeiro fim de semana, aprenderão uma lição importante sobre como atrasar a gratificação. 

A coisa mais importante que você pode fazer é ser consistente quanto ao pagamento da mesada todo mês e se recusar a pagar a fiança de seu filho se ele usar o dinheiro antes do fim do mês.

Se o seu filho adolescente também decidir aceitar um emprego, considere isso como um complemento ao seu salário, ao invés de um substituto. Assim como você odiaria ver sua iniciativa no trabalho penalizada por uma redução no pagamento, seu filho odiaria ver sua mesada reduzida apenas porque ele está mostrando iniciativa em conseguir um emprego.

Criar contas de poupança direcionadas

É provável que seu filho tenha grandes objetivos para o futuro, seja ir para uma faculdade particular ou comprar um carro. Você pode mostrar a eles que podem atingir essas metas financeiras por meio de contas de poupança direcionadas. Muitos bancos permitem que você crie várias contas direcionadas, cada uma com seu próprio apelido. 

Você pode ajudar seu filho adolescente a abrir algumas dessas contas de poupança direcionadas e incentivá-lo a transferir parte de sua mesada ou salário para as contas quando receberem o pagamento. Eles aprenderão a importância de se pagar primeiro, e que economias consistentes aumentam.

Veja também: Pais, ensine bem seus filhos

Ajude-os a controlar seus gastos

O rastreamento financeiro é uma parte necessária da criação de um orçamento saudável. Eles devem saber para onde seu dinheiro está indo a cada mês e se essas despesas valeram a pena. 

Se eles descobrirem que estão gastando boa parte de sua mesada para ir ao cinema, apresente opções para eles, como ingressos com desconto para o cinema ou pular a pipoca, refrigerante e lanches enquanto estão lá. Lembre-os de gastar seu dinheiro conscientemente.

Realizar reuniões de orçamento regular

Planeje fazer check-in pelo menos uma vez a cada dois ou três meses para ver como suas finanças estão indo. Eles devem adquirir o hábito de revisar como gastaram seu dinheiro e se esses gastos estão de acordo com seus objetivos. Isso fará com que seu filho analise regularmente o orçamento por conta própria e, um dia, tenha reuniões regulares de orçamento com a/o cônjuge.

Ensine bem seus filhos

Fazer orçamentos é fundamental, mas saber como fazer orçamentos dificilmente é intuitivo. Os gastos podem facilmente se tornar automáticos e a economia ser colocada em segundo plano. Ao habituar seu filho a revisar suas finanças e planejar o futuro, você está criando um hábito poderoso que o guiará com sabedoria pelo resto de suas vidas.

Como ajudar seus filhos em seus primeiros orçamentos
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: 6 passos financeiros a tomar aos 20 anos que irão proteger o seu futuro

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Wise Bread