Como colocar seu cônjuge em um orçamento sem arruinar seu casamento

A maneira mais rápida de azedar um casamento é importunar seu cônjuge por causa de dinheiro e tentar controlar cada centavo que ele gasta. No entanto, manter silêncio sobre suas finanças pode levar você e seu cônjuge a muitas dívidas ou a finanças ruins em geral. 

Aqui estão algumas maneiras de manter seu cônjuge dentro do orçamento, sem arruinar seu casamento.

Como colocar seu cônjuge em um orçamento sem arruinar seu casamento
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: 8 coisas que aprendi sobre dinheiro depois de me casar (1/2)

Ser aconselhado é bom

Muitos casais cometem o erro de pensar que o aconselhamento matrimonial é apenas para casamentos que estão com problemas. No entanto, o aconselhamento pode ser uma ferramenta útil, mesmo quando seu casamento é saudável. 

Ter um mediador para ajudá-lo a lidar com os problemas financeiros pode até ser desejável, para que você e seu cônjuge sintam que são ouvidos. 

Para buscar aconselhamento para suas finanças dentro do casamento, você pode conversar com um consultor financeiro que tenha o seu melhor interesse em mente, um terapeuta matrimonial e familiar, um casal mais velho que você considera sábio e financeiramente estável. 

Pode parecer constrangedor pedir ajuda, mas pode ser o passo mais sábio para manter seu casamento e finanças fortes.

Definir datas de orçamento

Assim como você configuraria noites regulares, configure datas de orçamento mensal. Ofereça ao seu cônjuge sua bebida favorita de café e discuta os números para o mês, bem como as metas para o mês seguinte.

As datas do orçamento não devem ser um momento em que você aponta o dedo. Deve ser um momento de discussão e crescimento mútuo. Dependendo da área financeira sob a responsabilidade de seu cônjuge, peça feedback. 

Por exemplo, se seu cônjuge faz as compras de supermercado, ele acha que tinha dinheiro suficiente naquele mês ou estava muito apertado? Se seu cônjuge está solicitando mais dinheiro para o orçamento da mercearia, vocês podem decidir juntos o que cortar para economizar.

Às vezes, é uma boa ideia convidar seus filhos para essas reuniões, especialmente se eles tiverem mais de 10 anos. As crianças precisam entender o “porquê” das razões pelas quais não podem ir para o acampamento durante todo o verão ou conseguir tudo o que desejam. 

Além disso, permitir que seus filhos vejam e experimentem como você faz um orçamento com sucesso apenas os prepara para um orçamento de sucesso mais tarde.

Encontre o que os inspira

Às vezes, pode ser difícil economizar e se sacrificar apenas para economizar dinheiro. Todos nós precisamos de um propósito para ter motivação para trabalhar em alguma coisa. 

Seja para as férias dos sonhos ou simplesmente para poder viver sem dívidas, encontre as metas que vocês dois desejam alcançar e estabeleça o orçamento que fará com que isso aconteça. Mostre que se você restringir seus gastos e manter o curso, a recompensa estará esperando na linha de chegada.

Mantenha as coisas divertidas

Encontre maneiras de tornar as coisas mais leves e tornar divertido o orçamento para não ficar chato e simplesmente entediante. Você não precisa esperar até ter economizado o suficiente para as férias dos sonhos para desfrutar de uma recompensa pelo seu trabalho árduo

Adicione coisas ao longo do caminho que permitam que vocês dois celebrem. Transforme isso em um jogo para ver quem pode encontrar as melhores ofertas ou outros desafios que mantêm vocês dois interessados. Não se esqueça das formas criativas de ganhar dinheiro extra também. Talvez vocês dois possam fazer algo juntos que renderá um dinheiro extra.

Dicas práticas para manter seu cônjuge dentro do orçamento

Até agora, as dicas para o orçamento do casamento têm sido sobre a mentalidade por trás da poupança. Depois de conseguir que seu cônjuge se ajuste a seu orçamento, use essas dicas práticas para ter sucesso.

• Faça um orçamento para você e seu cônjuge ter dinheiro todo mês. Isso pode ser R$ 25 ou R$ 500, dependendo do seu orçamento. No entanto, esse dinheiro pode ser gasto da maneira que seu cônjuge quiser. Isso permite que vocês dois gastem consigo mesmos sem culpa.

• Use um aplicativo de orçamento fácil de usar que se conecta às suas contas e sincroniza com cada um de seus telefones. Incentive seu cônjuge a olhar para ele e controlar os gastos diariamente.

• Tire as economias automaticamente. Se você esperar até o final do mês para colocar dinheiro na poupança, poderá acabar ficando sem dinheiro a cada mês. Faça da poupança uma prioridade ou aproveite os cartões de débito que arredondam as compras e depositam o dinheiro extra na sua conta poupança.

Pare de usar cartões de crédito se eles forem muito difíceis de controlar. Retirá-los por alguns meses pode ajudá-lo a voltar aos trilhos.

Contas separadas

Contas separadas podem ser úteis para gerenciar despesas e garantir que não haja oportunidade de estourar um orçamento. Se você dividir as responsabilidades financeiras de uma família, faz sentido gerenciar suas próprias contas para os orçamentos atribuídos. Apenas certifique-se de que haja responsabilidade e transparência.

O casamento é difícil e o orçamento é igualmente difícil. Junte os dois e você terá uma receita para o desastre. É importante ser aberto e honesto para não acabar em um desastre financeiro.

Veja também: 8 coisas que aprendi sobre dinheiro depois de me casar (2/2)

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Wise Bread