Como proteger sua aposentadoria (Para quem cuida de pais e filhos)

ANÚNCIO
Como proteger sua aposentadoria (Para quem cuida de pais e filhos)
Foto: (reprodução/internet)

Para aqueles que estão cuidando de seus pais idosos e criando filhos ao mesmo tempo, muitas vezes pode parecer que nunca há tempo, dinheiro ou energia suficiente para sustentar todos os membros da família que precisam de você. 

Em particular, lidar com as finanças quando duas gerações diferentes dependem de você pode parecer um ato de equilíbrio impossível, sem falar no exercício de se sentir culpado, não importa o que você faça.

ANÚNCIO

Mas ser o cuidador imprensado entre duas gerações torna ainda mais importante para você priorizar suas próprias necessidades financeiras, especialmente quando se trata de planejamento de aposentadoria. 

Ao proteger sua aposentadoria durante esta época difícil de sua vida, você estará em um lugar melhor para permanecer independente à medida que envelhece, lançar seus filhos a uma vida adulta mais segura e oferecer apoio contínuo a seus pais.

Parece impossível? Não é. Veja como você pode proteger sua aposentadoria.

ANÚNCIO

Veja também: Aposentadoria: Tudo começa com um orçamento

A poupança para a aposentadoria vem primeiro

A poupança para a aposentadoria deve ter prioridade antes de colocar dinheiro nos fundos da faculdade dos seus filhos. Você já sabe disso. Seus filhos podem contrair empréstimos para a faculdade, mas não há empréstimos disponíveis para pagar sua aposentadoria.

A decisão mais difícil é priorizar a poupança para a aposentadoria antes de pagar pelos cuidados de longo prazo para seus pais. Isso pode parecer uma escolha cruel, mas é necessária para evitar que os problemas financeiros passem de uma geração para a outra. 

Renunciar às suas economias para a aposentadoria durante os 40 e 50 anos significa que você perderá o crescimento a longo prazo e os benefícios dos juros compostos. Ao garantir que continua reservando dinheiro para a aposentadoria, você pode garantir que seus filhos não se sintam prejudicados financeiramente à medida que envelhecem.

Em vez de bancar pessoalmente o cuidado de seus pais, use os bens deles enquanto durarem. Isso não apenas permitirá que você faça o melhor uso de programas, mas também protegerá seu futuro.

Comunicação é fundamental

Parte do estresse dos  adultos é sentir que os encargos financeiros de duas gerações (assim como os seus) estão inteiramente sobre seus ombros. Dos pais e Filhos. Você sente que vai decepcionar as pessoas vulneráveis que ama, se não puder fazer tudo. 

Mas a verdade é que você não pode fazer tudo. E você não deve esperar isso de si mesmo, nem sua família deve esperar isso de você. Portanto, comunicar-se com seus entes queridos sobre o que eles podem esperar pode ajudá-lo a estabelecer limites importantes em torno do que você pode oferecer a eles.

Essa conversa será um pouco mais simples com seus filhos. Você pode deixá-los saber que tipo de ajuda financeira eles podem esperar de você para a faculdade e depois, e simplesmente deixar por isso mesmo. A conversa é um pouco mais difícil com seus pais, em parte porque você precisa perguntar a eles sobre os detalhes essenciais sobre suas finanças. 

Independentemente de o dinheiro ser ou não um assunto tabu em sua família, pode ser difícil para seus pais deixá-lo entrar em conversas financeiras importantes, para eles, parece que eles estavam trocando suas fraldas há apenas alguns anos.

Estar por dentro do que seus pais guardaram, onde está, quais planos eles têm para o futuro e em quem eles confiam como seu consultor financeiro, ajudará a proteger o dinheiro deles e o seu. Você será mais capaz de tomar decisões por eles em caso de emergência, e ser incluído nas decisões financeiras significa que você pode ajudar a protegê-los de fraudes.

Como proteger sua aposentadoria (Para quem cuida de pais e filhos)
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: Veja como saber quando é a hora da aposentadoria do dono do próprio negócio

O seguro é uma necessidade

Ter seguro de invalidez adequado é uma importante proteção contra falhas para qualquer trabalhador, mas é especialmente importante para aqueles que cuidam de pais idosos e filhos pequenos. A realidade nos mostra que boa parte dos trabalhadores ficará desempregado por pelo menos um ano devido a uma condição incapacitante. 

Com pais e filhos contando com sua renda, mesmo uma deficiência de curto prazo pode significar um desastre e forçá-lo a mergulhar nas economias da aposentadoria para manter as coisas funcionando. Garantir que você tenha cobertura de seguro de renda por invalidez suficiente pode ajudar a garantir que você proteja sua família e sua aposentadoria se você ficar incapacitado.

O seguro de vida é outra área em que você não quer economizar. Com duas gerações contando com você, é importante ter seguro de vida suficiente para garantir que sua família ficará bem se algo acontecer com você. 

Isso é verdadeiro mesmo se você for um cuidador em tempo integral não remunerado de seus pais ou filhos, pois sua família precisará pagar pelos cuidados que você fornece, mesmo que eles não estejam contando com sua renda.

Também é uma boa ideia conversar com seus pais sobre o seguro de vida para eles, se puderem se qualificar. Para pais idosos que sabem que vão sacar seus bens para cuidados de longo prazo, uma apólice de seguro de vida pode ser uma maneira inteligente de garantir que deixem algum tipo de herança. 

Se seus pais estão preocupados com sua capacidade de deixar uma herança, uma apólice de seguro de vida pode ajudar a aliviar o estresse financeiro e, potencialmente, tornar emocionalmente mais fácil para eles sacar seus próprios bens.

Torne-se um especialista em Seguro Social e Medicare

Gastar tempo lendo sobre Seguro Social, Medicare e outros programas pode ajudá-lo a tomar melhores decisões financeiras para você e seus pais. 

Há uma série de equívocos, mitos e mal-entendidos disfarçados de fatos sobre esses programas, e saber exatamente a que seus pais (e eventualmente você) terão direito pode ajudar a garantir que você não deixe dinheiro na mesa ou tome decisões com base em informações ruins.

Não tenha medo de pedir ajuda

Cuidar dos filhos e dos pais ao mesmo tempo é exaustivo. Não complique o problema pensando que você tem que tomar decisões financeiras sozinho. Considere entrevistar e contratar um consultor financeiro para ajudá-lo a entender as escolhas difíceis. 

Ele ou ela pode ajudá-lo a descobrir a melhor maneira de preservar seus bens, ajudar seus pais a aproveitarem os anos do crepúsculo com dignidade e planejar o futuro de seus filhos.

Mesmo que um consultor financeiro tradicional não esteja nas cartas para você, não se esqueça de que você pode pedir ajuda a seus parentes e rede de amigos. Não há necessidade de fingir que fazer malabarismos com tudo é fácil. A família pode oferecer apoio financeiro ou de cuidado. 

Amigos experientes podem orientá-lo em direção aos melhores recursos para ajudá-lo a tomar decisões. Contar com sua rede significa que você tem menos probabilidade de se esgotar e tomar decisões financeiras desordenadas.

Veja também: Guia para viver confortavelmente na aposentadoria

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Wise Bread

ANÚNCIO