Aprenda como saber qual dívida é mais cara

Você sabe o que fazer para ver qual é a sua dívida mais cara? Aliás, será que sempre é preciso pagar aquela dívida que é mais alta? Na verdade, existem casos onde até fazer um novo empréstimo pode ser melhor.

A gente listou uma série de dicas, que você vai ler abaixo, sobre essa ideia de saber qual dívida pagar primeiro. É um assunto muito interessante. Leia.

Aprenda como saber qual dívida é mais cara

A ordem das dívidas

Recentemente, em um artigo que publicamos aqui falamos sobre a ordem das dívidas. A gente mostrou que muitos especialistas aconselham que o pagamento seja feito por ordem de importância.

Dessa forma, é mais importante, por exemplo, pagar as contas essenciais como de água e luz do que as contas não essenciais, que são serviços de telefonia, internet e TV.

Outro bom exemplo é pagar primeiro o financiamento da casa ou do carro do que a parcela do cartão de crédito. Porque mesmo que o cartão tenha juros maiores, você pode perder os seus bens se não pagar os financiamentos.

Sabendo disso, agora o assunto é outro. E quando a gente tem muita dívida de um mesmo assunto. Por exemplo, várias dívidas no cartão de crédito. O que fazer e qual pagar primeiro?

As dívidas mais caras

É aqui que entra a ideia de pagar as dívidas mais caras primeiro. E o grande segredo é justamente saber qual é essa dívida mais cara, obviamente.

Será que é aquela que é de maior valor? Será que é aquela que tem mais parcelas até o fim? Será que que é aquela do seu banco preferido? Será que é aquela que tem maior taxa de juros?

Na verdade, é a junção disso tudo. Você vai ter que analisar cada ponto, cada situação, cada valor, cada fatura, cada dívida… E somente assim vai ter a melhor resposta para você mesmo.

Exemplo

Vamos supor que você tenha dívidas em 3 cartões de crédito diferentes. A primeira coisa que se tem que observar é se existe alguma chance de você quitar um deles primeiro, mais rapidamente. Nesse caso, já vale a pena. Porque aí você ficará apenas com 2 dívidas.

Então, nesse caso, escolhemos o valor.

Agora, se forem de valores parecidos, considere estudar as taxas de juros. A variação entre as taxas de um banco para outro é muito relevante. Tem empresa que cobra 7% de taxa e outras que cobram 14%. É o dobro do valor.

Então, nesse caso, já valeria a pena pensar na taxa.

Uma dívida por outra

O que é importante entender, dessa forma, é que sim dá para escolher uma dívida para pagar primeiro. E nem sempre vai ser a mais cara ou a de juros maiores. O jeito é considerar a sua situação também.

Sendo assim, tem horas que você vai ver que tem uma dívida com uma taxa muito maior. Aí, você pode até pensar em outra opção: fazer um empréstimo pessoal, que tem taxa menor, e pagar a dívida do cartão, que quase sempre é mais caro.

Comece a ver as possibilidades que você tem e não fique apenas pensando no que é mais fácil ou mais cômodo. Isso te ajuda a valorizar o seu dinheiro.