Doenças graves? Saiba como fazer o seguro!

A preocupação com a saúde é um dos maiores problemas do Brasil, quantos não sofrem ou conhecem alguém que tenham males como câncer, doenças do coração ou mal de Alzheimer?

Contratar um seguro para doenças graves pode ser uma boa opção, visto que o sistema público de saúde possui muitas falhas. Os seguros de saúde disparam na frente destas soluções suplementares.

Doenças graves? Saiba como fazer o seguro!

Mas, por que optar por um seguro ao invés do plano da saúde? O seguro de saúde deixa o beneficiado livre para escolher seu médico, seu laboratório, entre outros serviços, diferentemente do plano, além de reembolsar o cliente por despesas médicas.

Ficou interessado em fazer um seguro de saúde, mas não sabe como? Leia e entenda um pouco mais, além de aprender como fazer um.

Como funciona o seguro de saúde?

É tratado como um plano privado de assistência à saúde, no qual o cliente paga uma mensalidade que é chamada de “prêmio”.

PROPAGANDA

Todos os segurados pagantes garantem a assistência uns dos outros, mediante o pagamento do prêmio.

Cada mensalidade equivale, em partes, ao risco do custo dos tratamentos de cada segurado, funcionando como uma “cooperativa” de saúde.

Além do reembolso, que deve ser feito em todas as categorias, de acordo com o plano escolhido.

A cobertura do seguro para doenças graves não é item básico nos seguros, mas uma proteção adicional.

Por isso, muita gente acaba contratando o serviço sem sequer saber que essa possibilidade existe.

Perante um diagnóstico de qualquer doença grave prevista na apólice, como leucemias, Alzheimer, doença de Hodgkin, entre outras, a seguradora deve pagar a indenização.

Cobertura do seguro de saúde

Cada seguradora possui coberturas diferentes, porém costumam abranger: diferentes tipos de câncer, incluindo as leucemias e doenças malignas no sistema linfático; além do infarto agudo do miocárdio; Acidente Vascular Cerebral (AVC); etc.

Cada contrato estabelece um período de carência, período no qual os serviços não poderão ser utilizados pelo beneficiário, mesmo que este esteja pagando as mensalidades.

E para ter direito à indenização, a doença precisa ser diagnosticada depois do prazo de carência e que o segurado se encontre em vida pelos próximos 30 dias contados a partir da data do diagnóstico.

Não há acúmulo de indenização no caso de ocorrência de mais de uma doença grave.

Vantagens do seguro de saúde

Existem muitas vantagens de se fazer um seguro de saúde, como o fato de que ao ter acesso aos serviços e clínicas particulares, o atendimento costuma ser bem mais ágil.

Além da ampla rede de opções e a liberdade de escolha para decidir qual médico, clínica, laboratório ou serviço será atendido, podendo criar um serviço de cobertura totalmente ajustado às suas necessidades e perfil.

Como contratar o seguro de saúde?

É sempre importante prestar atenção nas cláusulas e detalhes do contrato, estudar a cobertura e quais são as exclusões, para que não fique sem alguns serviços que seriam importantes em casos específicos.

As seguradoras mais conhecidas atualmente são: Seguros Unimed, Caixa Seguradora, Porto Seguro Saúde.

A dica para quem vai solicitar uma proposta é acessar mais informações sobre os seguros que cada uma dispõe, assim poderá escolher qual delas melhor se adequa ao seu perfil.

PROPAGANDA