As 7 dúvidas mais frequentes sobre o seguro auto

Na hora de contratar um seguro para o carro, nem sempre sabemos exatamente como tudo vai funcionar. A “coisa” flui naturalmente, mas é só acontecer algum sinistro que começam algumas complicações.

Portanto, o ideal é, no mínimo, saber o básico sobre o seguro auto.

Fizemos este artigo com as principais dúvidas das pessoas sobre o seguro do carro, com respostas bastante curtas, mas objetivas para que você não chegue até o seu corretor sem saber o que argumentar.

Leia agora!

1 – Se dirigir o carro bêbado…

O seguro não vai cobrir e não tem nenhuma responsabilidade sobre o sinistro porque você perde os direitos quando dirige sob efeito de drogas.

É importante saber que ninguém pode te obrigar a fazer o bafômetro, no entanto, a comprovação pode vir da polícia para provar ou não o fato.

2 – Mudei de endereço e meu carro foi roubado nesse local…

Se você não avisou a seguradora do seu novo endereço, vai ficar sem a cobertura também porque a seguradora não estava contando com esse novo fator.

Qualquer mudança de dados tem que ser enviada à seguradora no momento do contrato ou posteriormente, a fim de que os benefícios sejam mantidos.

3 – Bati meu carro. Tenho direito à uma carro reserva ou não…

Isso vai depender do contrato feito entre o cliente e a seguradora. Portanto, nem sempre a garantia de um carro reserva é certa.

4 – O manobrista bateu o meu carro…

A responsabilidade é toda sobre o dono do estabelecimento. Se ele se recusar a cobrir os gastos e o prejuízo, acione a seguradora para que o problema seja sanado.

Porém, lembre-se que quando acionar o seguro para que o seu carro seja consertado, você precisará pagar a franquia. Aí, restará a você entrar com uma ação contra o estabelecimento, com provas, fotos e imagens.

As 7 dúvidas mais frequentes sobre o seguro auto

Reprodução: Google

5 – Meu amigo bateu o meu carro…

Se ele estiver na lista de pessoas que usam o seu carro, como condutor secundário, por exemplo, então, estará claro que o seguro precisa cobrir o prejuízo.

Em caso contrário, quando o seu amigo usa o carro apenas esporadicamente, sabemos que o seguro não tem responsabilidade sobre ele e muito dificilmente a seguradora vai aceitar o sinistro.

6 – Se eu bater o meu carro em outro país…

Também vai depender do seu seguro e do contrato assinado. Normalmente, os seguros oferecem apólice para países que fazem parte do Mercosul.

Caso isso não esteja em contrato e você necessite, pode fazer o pedido de uma Extensão de Perímetro para a cobertura do país que pretende visitar na América do Sul.

Note que existe uma gama de opções e tudo vai depender do seu uso e da sua necessidade, por isso, sempre faça esclarecimentos com os corretores e as seguradoras.

7 – Quero cancelar o seguro do carro…

Você pode fazer isso, assim como a seguradora também pode. No caso dela, é mais simples, ela só precisará de provas. Ou seja, se você for pego dirigindo embriago, perderá o contrato, por exemplo.

Quando você for solicitar o cancelamento, basta fazer um pedido á seguradora explicando os motivos.

Conforme a Susep (Superintendência de Seguros Privados), na rescisão feita pelo segurado, a seguradora pode reter a parte do prêmio recebida com base na Tabela Prazo Curto por tempo decorrido.

Com informações do compraonline