E se você não economizou o suficiente para uma aposentadoria “confortável”?

ANÚNCIO

A maioria dos pré-aposentados não economizou dinheiro suficiente para se aposentar em tempo integral e desfrutar de seu nível de renda pré-aposentadoria. Em vez disso, eles precisarão trabalhar mais, reduzir seus gastos ou fazer uma combinação dos dois.

Esta conclusão pressupõe que, para se sentir confortável, você precisará cumprir uma meta comum de planejamento de aposentadoria: uma renda bruta de aposentadoria igual a 70% a 80% do seu pagamento de pré-aposentadoria. Por que não 100%?

ANÚNCIO

Quando você se aposentar, provavelmente precisará de menos renda bruta porque não pagará tanto os impostos, não precisará mais economizar para a aposentadoria e não terá que pagar pelo trabalho e despesas relacionadas, como deslocamento.

Se você não economizou o suficiente para cumprir a meta de substituição de 70% a 80%, não há necessidade de entrar em pânico ou ficar deprimido com o futuro. Em vez disso, tente mudar seus objetivos de aposentadoria. É inútil se empenhar por uma meta irreal que requer mais dinheiro do que você possui.

Em vez de ter planos fantásticos, uma estratégia mais útil pode ser decidir que você simplesmente deseja viver uma vida plena e feliz durante os anos de aposentadoria. Então você pode decidir:

ANÚNCIO

• Quanto dinheiro você realmente precisa para se sentir satisfeito;

• Se você ainda pode ser feliz se precisar trabalhar durante alguns de seus anos de aposentadoria.

E se você não economizou o suficiente para uma aposentadoria “confortável”?
Foto: (reprodução/internet)

Vamos examinar mais profundamente essas duas decisões.

Veja também: Aposentadoria: Tudo começa com um orçamento

Você pode gastar menos e ainda ser feliz?

A meta comum de aposentadoria de 70% a 80% pressupõe que, na aposentadoria, você basicamente continue a vida que tinha enquanto estava trabalhando. Isso significa que você precisará gastar a mesma quantidade de dinheiro que gastou durante seus anos de trabalho.

Mas se você não pode pagar por essa vida, pode ser hora de repensar o que é dinheiro “suficiente” para cobrir suas despesas básicas de vida e ser feliz.

Um bom lugar para começar é reexaminar suas despesas básicas de vida mais caras, que normalmente incluem moradia e transporte. Para economizar dinheiro, você pode considerar reduzir o tamanho de sua casa.

No processo, você pode atender melhor às suas necessidades na aposentadoria, como mudar para uma casa menor que requeira menos manutenção ou morar perto de amigos e familiares. Outra área de economia a ser considerada é o transporte. Talvez você possa dirigir um carro mais barato, caminhar ou andar de bicicleta mais ou usar o transporte público para chegar aonde precisa.

Você também vai querer examinar seus “desejos” (versus suas necessidades) para ver se eles realmente apoiam sua meta de ser feliz e realizado na aposentadoria. Pode muito bem haver maneiras menos dispendiosas de viver uma vida que o faça feliz.

Você pode trabalhar durante seus anos de aposentadoria e ainda ser feliz?

Para muitas pessoas, uma suposição subjacente, muitas vezes não expressa, é a de que há coisas muito melhores que você pode fazer com seu tempo do que trabalhar e que você deve se aposentar o mais rápido possível.

Mas essa suposição ignora o fato de que trabalhar nos proporciona muitos benefícios não financeiros, incluindo amigos, contatos sociais e um motivo para acordarmos pela manhã. E não se esqueça dos benefícios financeiros óbvios: mais dinheiro para gastar e possivelmente um plano de saúde valioso.

Claro, pode haver sérias desvantagens em sua situação de trabalho atual. Seu trabalho pode ser estressante ou prejudicial à saúde. Você pode estar cansado de trabalhar tanto ou pode estar entediado e quer tentar algo novo.

No entanto, aposentar-se completamente do mercado de trabalho pode não ser a melhor maneira de enfrentar esses desafios, principalmente se você não economizou dinheiro suficiente para parar de trabalhar. Em vez disso, pode ser mais realista encontrar trabalhos diferentes que abordem esses desafios.

A maioria das situações de trabalho tem suas vantagens e desvantagens. Para resolver essas considerações por si mesmo, anote todos os benefícios que obtém ao trabalhar, tanto financeiros quanto não financeiros. Em seguida, anote as desvantagens.

Por fim, pense em como você pode manter as vantagens e reduzir as desvantagens, seja mudando sua situação de trabalho atual ou procurando um novo trabalho.

Ao pensar de maneira mais inteligente, você pode superar qualquer desânimo que possa sentir sobre sua situação financeira para a aposentadoria. Refocar seus objetivos de aposentadoria em sua vida e sua felicidade, em vez de em seu dinheiro, pode ser uma estratégia poderosa que pode realmente fazer seu dinheiro trabalhar melhor para você. Você consegue!

Veja também: 6 golpes que atacam os idosos

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Forbes

ANÚNCIO