Confira 5 ideias para dar ao síndico para economizar dinheiro no condomínio

Todo síndico sonha em conseguir diminuir os gastos mensais do seu condomínio. Só que acreditar que vai conseguir cortar os custos de um mês para o outro sem fazer nada por isso é impossível. Mas, de um modo geral dá para economizar dinheiro no condomínio, sim.

O mais importante é saber que as ideias corretas e concretas podem fazer toda a diferença. Aliás, muitas vezes o que falta para o seu síndico não é falta de vontade ou iniciativa para colocar em prática medidas novas de contenção, mas sim ideias novas do que fazer.

Por isso, elencamos algumas boas ideias que você pode passar para o seu sindico para economizar dinheiro. Isso vai ser bom para você e outros moradores. Aliás, isso tudo sem que o local perca sua singularidade.

Ah, e lembre-se de que um condomínio é um ambiente onde vivem muitas pessoas e é fundamental a participação de todos para que os resultados surtam o efeito esperado. Ainda mais quando o condomínio é grande, cheio de apartamentos ou casas.

1 – A campanha de conscientização

A primeira dica é fazer uma campanha de conscientização com todos os moradores do condomínio para que economizem água e energia. Isso porque muitos deles não possuem uma conta individualizada, principalmente os mais antigos, tendo que dividir o total com o todo.

ANÚNCIO

É muito importante que o sindico dê o exemplo. E faça isso não apenas chamando atenção de quem não está cumprindo o combinado, mas não deixando torneiras abertas, apagar luzes que estão gastando energia atoa ou deixar ventiladores ligados em salas que não tem ninguém.

Outra ação que pode ser eficaz é fazer mutirão para arrumar os vazamentos, válvulas de descarga e registro desregulados. Caso alguém do condomínio trabalhe com isso, melhor ainda, poderá negociar preços mais acessíveis.

Os reparos também devem ser feito na parte elétrica, pois, por vezes, são muito antigos e acabam gastando mais energia que o necessário. Quadros de luzes e extensões também devem ser verificados.

2 – A economia de energia

Apenas uma campanha para conscientizar para economizar energia pode não surtir o efeito desejado. Nesse caso, então, será preciso colocar em prática outros planos.

Uma das nossas sugestões é a instalação de sensores de movimentos em algumas áreas de acesso para todos os moradores e que não tenha uma movimentação muito grande, que são os casos dos corredores e do estacionamento, por exemplo.

Trocar as lâmpadas antigas por modernas de LED também é uma excelente ideia, a economia será sentida logo no primeiro mês. Apesar do investimento inicial, que pode trazer o preço da compra das novas lâmpadas, o retorno é bem rápido.

3 – A renegociação de contratos

Apenas por fazer uma revisão ou renegociar os contratos de manutenção ou prestação de serviço de um condomínio podem gerar uma bela economia. Portanto, também é outra das ideias que se tem para economizar dinheiro no condomínio.

Confira esse guia para colocar as finanças em dia em 2020

Entre elas os porteiros, a equipe de limpeza, a que faz a manutenção dos elevadores, entre outros. Com o passar do tempo, os valores são reajustados, mas nem sempre a gente consegue saber se isso está dentro do mercado. Por isso, a importância da revisão.

É de suma importância sempre rever esses números para conseguir fazer uma readequação, quando for necessário. Ao renovar novos contratos e avaliar a periodicidade daquele serviço que por vezes podem ser prestados em menos dias ou até mesmo com menos profissionais.

Para que o sindico tenha uma base de qual são os valores e de como estão sendo prestados os serviços em outros condomínios é interessante que ele entre em contato com a administradora do local ou também vale a pena falar com moradores de outros condomínios.

4 – A cotação de outros fornecedores

A fim de gerar uma economia financeira e ainda dar uma clareza de como o sindico está gerindo o condomínio também dá fazer uma nova cotação e expor para os moradores os preços que os fornecedores estão pedindo é uma boa ideia.

Entre estes fornecedores estamos falando dos que oferecem produtos de limpeza e da piscina, descartáveis e até mesmo de alimentos, se for o caso.

Uma solução pode ser a diversificação de fornecedores, cada mês comprar de um ou procurar todo mês aquele que ofereça o menor preço naquele período. Ou, também se pode pensar em fechar contratos de prazos maiores para gerar a economia no plano.

economizar dinheiro no condomínio

Com a pesquisa de mercado dá para encontrar novos produtos, que fazem funções semelhantes e que são mais em conta ou que podem não ser mais baratos. Porém, possuem um tempo de duração maior, fazendo render mais o valor investido.

5 – A análise dos custos acessórios

Uma última dica para economizar dinheiro no condomínio é sobre os custos acessórios. Caso você não saiba do que se trata, custos acessórios são outros valores que você precisa desembolsar para o condomínio e não estão inclusas nas taxas condominiais normais.

São algumas taxas bancárias e papeladas dos moradores. Você deve questionar sobre essas taxas ao seu síndico para que ele tome providências, pois muitos falam que elas nem existem, só que não é bem isso que acontece na realidade.

E sem querer criticar ou interrogar o seu síndico, saiba que a maioria dos casos jurídicos e de roubos que alguns síndicos se envolvem tem problemas com esses custos, que são sempre elevados demais.

Conheça 5 tarifas que os bancos cobram e pega muita gente de surpresa

A ideia nossa é além de avaliar se os preços gastos nisso podem ser abaixados é também tentar modernizar todos os processos de documentação transferindo o máximo de informações para o meio digital porque isso barateia demais os custos dos moradores.

ANÚNCIO