Financiamento de carro na Caixa: como fazer?

A Caixa Econômica Federal disponibiliza duas formas de financiamento para veículos, sendo: o Crédito Auto Caixa e o Aporte Auto. O primeiro torna possível financiar até 80% do veículo e o outro é para carros quitados que são usados como empréstimos.

Nesse texto, vamos falar das duas opções, mas, especialmente, do Crédito Auto Caixa, que é o mais comum e é uma linha de financiamento feita para pessoas físicas, que querem comprar carros ou motos, que podem ser novos ou usados.

Financiamento de carro na Caixa

Separamos cada uma das opções, entenda!

Crédito Auto Caixa

Essa é a opção que financia até 80% do veículo e tem as taxas de juros já pré-fixadas a partir de 1,24% ao mês e sem a cobrança de tarifas adicionais.

O prazo de pagamento também é considerado extenso, de 60 meses e há a possibilidade de adiar o pagamento de uma prestação por ano. Sendo que, por outro lado, também é possível amortizar parcelas do saldo devedor.

Há cobranças de impostos, como o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e todos os valores são em torno do ano de fabricação do veículo e do relacionamento do cliente com o banco.

A garantia é feita através da Alienação Fiduciária do Veículo.

Interessou nessa forma de financiamento de carro da Caixa? Clique aqui para adquirir.

Para conseguir efetuar o financiamento, você vai precisar de documentos pessoais e também do carro em destaque, sendo que o veículo não pode ter mais do que 10 anos de fabricação.

Aporte Auto

A outra opção é através do Aporte Auto, que é feito para quem possui automóvel quitado e quer ter uma grana extra para pagar uma dívida ou realizar algum projeto.

O pagamento tem um prazo menor, de 48 meses e o valor é debitado automaticamente da conta corrente mensalmente.

O valor do crédito vale apenas para 70% do valor total do veículo quitado, que é usado como garantia.

E, nesse caso, também há a opção de adiar o pagamento de uma prestação por ano.

O Aporte Auto é para quem é correntista e tem parcelamento flexível, praticidade, segurança e flexibilidade. Para ver todas as condições, clique aqui.

Com informações da Caixa