Conheça 3 franquias de games para investir no Brasil

O mercado de games no Brasil apresenta crescimento, acompanhando os números mundiais. Com isso, o que se vê é uma grande quantidade de redes que atuam com os mais diversos tipos de jogos, praticamente todos online. E isso aumenta a cada ano. Abaixo, você vai ver 3 franquias de games que deram certo.

O resultado direto está no setor de franchising, que tem observado esse desempenho. No entanto, o que pouca gente nota é que esse é mais do que um jogo. Portanto, acaba sendo também uma maneira de aliviar o estresse, aproveitar o tempo livre e, simplesmente, se divertir.

Agora, se você é um empreendedor pode ter pensado que também é um ótimo mercado para ganhar dinheiro, correto? O mercado de games no Brasil ganha novos usuários a cada dia.

As franquias de games no Brasil

Só que esse mercado não está focado apenas em jogos digitais, em videogames, celulares e plataformas para celulares, como os aplicativos. Já que os jogos “reais”, com protagonistas humanos em quebra-cabeças gigantes, conquistou os brasileiros também.

Por isso, tem atraído cada vez mais os investidores daqui, abrindo campo para novos tipos de franquias. Se você não acredita nisso, saiba que apenas na área dos games eletrônicos (que envolve os consoles, jogos e serviços) movimentou por aqui US$ 1,5 bilhão no ano passado.

ANÚNCIO

Assim sendo, em uma entrevista pública a uma revista impressa, o diretor da Vertical Economia Criativa da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) e sócio-fundador da Plot Kids e da Explot, Arhur Nunes, falou sobre o tema.

Para ele, os números tendem a crescer ainda mais em 2019. “O mercado de games está se profissionalizando, crescendo bastante, e nós somos um dos maiores consumidores de games. Isso tende a deixar este mercado maior ainda”.

“E agora há algumas movimentações relacionadas ao governo sobre a redução de impostos dos videogames, o que também deve fomentar bastante o nosso segmento interno”, explica.

Desse modo, as franquias de games ganharam ainda mais força se considerarmos a proposta do presidente Jair Bolsonaro de reduzir a taxação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para consoles e jogos de videogame – que eram fixados entre 20% e 50%.

Os números crescentes

Com base em informações da Associação Brasileira de Franchising (ABF), a gente sabe que o mercado de franquias teve um crescimento nominal de 5,9% no segundo trimestre do ano de 2019, comparado ao mesmo período de 2018.

Esse resultado pode até parecer pouco expressivo, mas quando se olha para o faturamento geral percebe-se que são números grandiosos e valiosos. Desse modo, a receita passou de R$ 40,734 bilhões em 2018 para R$ 43,122 bilhões em 2019.

No entanto, para o presidente da ABF, o número poderia ter sido melhor. “O segundo trimestre foi um período de muita expectativa e de início da revisão de algumas projeções para o ano”.

E continua: “Com isso, os investidores e consumidores ficaram mais cautelosos, aguardando algumas definições importantes, como a aprovação da reforma da Previdência. De qualquer forma, os dados mostram que o setor de franquias manteve sua trajetória gradativa de crescimento”, diz André Friedheim.

Outro número bem interessante de ser notado é que em todas as categorias de serviços e produtos que podem se tornar franquia, o total de trabalhadores registrados subiu de 1.224.987 para 1.348.235, segundo a Pesquisa Trimestral de Desempenho do Setor, feita pela ABF.

Logo, isso é um aspecto social importante também.

As 3 franquias de games no Brasil que deram certo

Abaixo, separamos 3 ótimos exemplos de franquias desse mercado que você deveria conhecer. Ainda mais se tiver com intenção de entrar nesse mercado nos próximos meses. Confira!

1 – BE.BYTE

O BE.BYTE foi fundado em 2014 na Flórida, Estados Unidos. Por aqui, chegou como franchising em 2017 e já tem 8 unidades. Para investir nessa franquia de games é preciso ter um investimento inicial de R$ 220 mil, já considerando o capital de giro.

A taxa da franquia a ser paga é de R$ 49 mil e mais 11% em royalties sem fatura de mensalidade. O lado bom é que não tem taxa de publicidade. Do lado estrutural, considere ser preciso ter um espaço que pelo menos 25 m² e ao menos 3 funcionários para começar o projeto.

Assim sendo, a marca garante que pode haver um faturamento mensal de R$ 60 mil e com retorno em 14 meses. Para saber mais, você pode mandar um e-mail (contato@bebyte.com.br) ou mandar uma mensagem no Whatsapp (11-98595-2633).

2 – ESCAPE 60

Outro ótimo exemplo é o Escape 60, que nasceu em 2015 e logo se tornou uma rede de franquias. Hoje, são 10 unidades. O investimento inicial é bastante variável, podendo partir de R$ 225 mil e chegando até R$ 600 mil dependendo de uma série de fatores.

A taxa da franquia também varia muito, mas parte de R$ 50 mil. O empreendedor vai precisar ter um capital de giro de R$ 50 mil, royalties de 10%, taxa de publicidade de 3% e o faturamento pode partir de R$ 40 mil. Logo, o lucro líquido não deve ultrapassar os 35%.

A marca diz que o retorno deve acontecer em até 36 meses. Para saber mais, você pode enviar um e-mail (jroberto@escape60.com.br) ou falar pelo telefone (11-5102-2728).

Leia Também:

3 – HAPPY CODE

O nosso último exemplo entre as franquias de games no Brasil é o Happy Code. Também fundada em 2015, com franquias em 2016 e mais de 130 unidades espalhadas pelo mundo. O investimento inicial é mais baixo do que os outros exemplos, partindo de R$ 130 mil.

A taxa de franquia também é menor, de R$ 30 mil. Já o capital de giro fica em R$ 40 mil pelo menos, sendo que os royalties são de 10% sobre o faturamento bruto. A publicidade é de 2% e o faturamento pode chegar a R$ 80 mil. O lucro é de 40%.

O retorno é de 28 meses e os contatos são: e-mail (franquias@happycodeschool.com) ou telefone (19-3368-9331).

ANÚNCIO