Descubra o que é o fundo de reserva de um consórcio

A gente sabe que uma das vantagens do consórcio é que ele não tem a cobrança de taxa de juros. Essa taxa é bem comum em bancos e em outros produtos financeiros, como é o caso do financiamento. No entanto, apesar disso, no consórcio tem o fundo de reserva.

Você sabe o que é isso e para quê esse valor é usado? A ideia deste conteúdo é te ajudar a entender mais desse conceito que existe em todo tipo de consórcio aqui no Brasil, seja de moto, carro, imóvel, viagens.

Afinal de contas, nem vamos nos preocupar em mencionar aqui o que é um consórcio. Mesmo porque a gente já explicou isso em outros artigos aqui do blog. Leve em conta, ao menos, que é um grupo de pessoas que fazem pagamentos mensais e podem retirar uma carta de crédito no fim de um determinado período, ok?!

O fundo de reserva

Considerando essa breve explanação sobre o consórcio, o que a gente tem que considerar neste conteúdo é o fundo de reserva. Esse é o lugar para onde vai uma pequena parte do valor que você, consorciado, paga todos os meses.

Ele serve para que esse rendimento possa ser usado para as futuras possíveis emergências. Por exemplo, em um condomínio de casas tem o fundo de reserva, que é tirado do pagamento do valor do condomínio. Ele serve para custear futuras despesas, como com pintura, por exemplo.

ANÚNCIO

No caso do consórcio, a ideia é a mesma. Sendo que a ideia é usar o recurso para garantir o bom funcionamento de todo o grupo em situações nada convencionais. Pode ser, por exemplo, uma eventual inadimplência de um consorciado, por exemplo.

De modo geral, a gente pode concluir que o fundo de reserva de um consórcio é para manter a saúde financeira de um grupo. Tanto visto do lado dos consorciados como da administradora responsável pelo gruop.

E quando o fundo não é usado?

Agora você pode estar se perguntando: e quando esse fundo não é usado no consórcio? Aí, obviamente, ele é devolvido ao consorciado. E isso deve acontecer de forma proporcional ao que foi pago.

Com base na lei dos consórcios, considere que a devolução do dinheiro tem que acontecer em até 60 dias após a realização da última assembleia. É por isso que você tem que ficar atento à tudo o que acontece no seu consórcio.

O valor do fundo!

Lembrando que o fundo de reserva tem valores variáveis com base no seu contrato, mas dá para ter a base de que, de modo geral, no Brasil, o valor é de 2% sobre a carta de crédito. E o valor é diluído nas parcelas também.

Um consórcio de R$ 150 mil em um prazo de 60 meses terá R$ 3 mil de fundo de reserva, que dividido em 60 meses vai dar algo como R$ 50 mensais. Mas, observe que esse é só um exemplo, ok? Você tem que analisar o seu consórcio para saber quanto paga de fundo.

ANÚNCIO