Financiamento Yamaha YBR 150: Preço, Parcela e simulador de financiamento

A Yamaha YBR 150 Factor 2018 surgiu no mercado e movimentou todo setor de motocicletas.

Entre as características da moto, está o aprimoramento dos bancos e as bases de equilíbrio, o que a tornou ainda mais confortável.

Os itens são mais modernos, especialmente sobre o painel digital, que têm acessórios como: velocímetro, tacômetro, hondômetro, indicador de marcha, marcador de combustível, sistema ECO e relógio.

Fora do painel, há ainda as rodas de liga leve, o freio a disco ED, a lanterna traseira bipartida e também o lampejador de farol.

A moto passou a ser considerada econômica, já que faz mais de 40 quilômetros com um único litro de combustível.

Os preços da Yamaha YBR 150

Os preços também são vantajosos, se comparados aos principais concorrentes.

Assim sendo, são dois modelos:

  • Yamaha 150 Factor E 2018 – 7.390,00
  • Yamaha 150 Factor ED 2018 – 7.990,00

Considere que a versão E tem freio a tambor e rodas raiadas.

Enquanto que a versão ED tem freios a disco e rodas de liga leve.

O financiamento da Yamaha Factor 150 2018

No site da Yamaha, no entanto, os valores são um pouco diferentes do mercado, sendo a partir de 8.190,00.

Aí, na questão do financiamento, a fabricante divide o valor da seguinte forma:

  • Entrada – zero +
  • 48 pagamentos mensais de 341,00 e
  • Taxa de 2,29% ao mês.

Ela também dá outra opção, para um pagamento mais curto, sendo:

  • Entrada – zero +
  • 30 pagamentos mensais de 452,00 e
  • Taxa de 2,19% ao mês.

Vale considerar ainda que a moto tem garantia de 3 anos e revisão com prexo fixo.

E os financiamentos são feitos no tipo CDC (Crédito Direto ao Consumidor), sendo incluso o valor do frete e as taxas.

Assim, o CET (Custo Efetivo Total) fica em 36,76% ao ano para o pagamento em 48 vezes e 46,30% ao ano para o pagamento em 30 meses.

E a Yamaha aconselha a “conferir as condições no momento da contratação, assim como as demais opções de prazos diferenciados [50 meses]. O crédito está sujeito à aprovação”.

Com informações do motos2018