7 dicas para entender a LCI da Caixa Econômica Federal

Você conhece a Letra de Crédito Imobiliária, a LCI? A Caixa tem esse investimento como um dos principais da sua carteira de aplicações financeiras.

Agora, será que existem bons motivos para investir na LCI da Caixa? Abaixo, separamos 7 dicas para você ter a resposta e saber mais sobre essa opção de investimento, que tem como principal vantagem o fato de ser isenta do Imposto de Renda.

7 dicas para entender a LCI da Caixa Econômica Federal

1 – O que é a LCI

LCI é um título que está lastreado ao crédito imobiliário. Portanto, os recursos aplicados são usados pela Caixa para empréstimos e financiamentos aos clientes que vão usar para investir em construções e imóveis.

Ela está garantida na Lei 10.931 de 2004 e, assim, se tornou um instrumento para a captação de recursos para esses fins.

2 – Qual é a vantagem da LCI

A principal vantagem da LCI como investimento financeiro é que não tem a cobrança do Imposto de Renda. Portanto, o investidor não terá essa perca de rentabilidade, o que é raro em outras aplicações.

PROPAGANDA

Aliás, isso vale para todas as LCIs de grandes bancos e não apenas na Caixa.

3 – Qual é o rendimento da LCI

Quanto ao rendimento é preciso ficar atento. Isso porque a Caixa sempre paga um valor prefixado sobre o CDI. Geralmente, o valor varia de 70% a 80%.

O CDI é um valor de juros entre bancos que sempre fica próximo à taxa Selic.

4 – Quais os riscos da LCI

O primeiro risco que se tem é quanto ao crédito. No caso de o banco quebrar, por exemplo. Mas, isso é minimizado quando o FGC entra em ação, como vamos falar no tópico 6.

Além do risco de crédito tem o risco da liquidez. Isso, nada mais é do que o risco que se corre se o investidor sacar os recursos antes do prazo. Aí, ele pode perder rentabilidade.

5 – Quais os valores para investir na LCI

Atualmente, a Caixa exige uma aplicação inicial de R$ 30 mil para investidores das LCIs.

O valor de aportes mensais pode ser feito com múltiplos de R$ 1 mil.

Lembrando que o banco tem outras opções, como os CDBs (Certificados de Depósitos Bancários) com valores iniciais mais baixos.

6 – Quais as garantias da LCI

Atualmente, a LCI da Caixa, assim como de outros bancos, é feita pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Portanto, mesmo que a Caixa quebre ou entre em falência, o investidor tem a garantia.

Inclusive, a garantia é de até R$ 250 mil por cada CPF e para cada banco. Acima disso, o investidor pode perder o dinheiro.

7 – Como investir na LCI da Caixa

Atualmente, apenas correntistas da Caixa podem investir na LCI da Caixa. Portanto, se você não tem a conta no banco vai precisar ir até a agência abrir uma. Se já tem, aí é só procurar o seu gerente.

Lembre-se que é preciso ter mais de 18 anos, uma conta ativa e o valor mínimo exigido para a aplicação inicial. Em caso de dúvidas, consulte o site do banco.

PROPAGANDA