Saiba como usar o marketing de experiência no seu e-commerce

A partir de respostas emocionais que os lojistas virtuais recebem dá para se criar campanhas e até mesmo lançamentos de produtos. Por isso, por menos que um cliente diga, ele diz muito para o seu negócio. Nesse conteúdo, vamos falar sobre o marketing de experiência e como usá-lo de forma produtiva.

Até mesmo porque uma grande parte das empresas confiam em estratégias que focam nesses sentimentos dos clientes. A ideia é simples: trabalhar com a atração do público alvo e da venda do produto ou serviço posteriormente.

Aliás, até mesmo as marcas famosas já exploram isso, que é conhecido como marketing de experiência ou também conhecido como marketing sensorial. Nas próximas linhas vamos entender mais desse conceito para descobrir como ele pode agregar no seu e-commerce.

O marketing de experiência

Essa estratégia é mais antiga do que você pensa. Ela vem desde a década de 1990, quando empresas internacionais, como a Disney World e a Apple, por exemplo, usavam tal ferramenta.

Portanto, se você já foi aos parques da Disney, sabe bem como funciona esse tipo de tática. Se nunca notou, a gente explica: música, shows, performances, atrativos e outras ações que são criadas para mexer com as emoções de crianças e adultos ou com o sentimento delas.

ANÚNCIO

Para complementar essa explicação sobre esse tipo de marketing temos aqui a opinião do Rogério Tobias, que é administrador e professor.

“Tem, por exemplo, as empresas especializadas em produtos esportivos. O que elas fazem é criar ambientes em que os clientes possam experimentar os seus produtos, como tênis, raquete ou traje de artes marciais, por exemplo”.

E completa: “Elas podem vestir as roupas e fazer movimentos para ver como se sentem nessa vestimenta e, assim, podem saber se vale a pena comprar aquele produto”. Outro exemplo que ele dá é de hotéis, que usam de ambientes característicos, como a Roma Antiga, para emocionar os hóspedes”.

Como usar o marketing de experiência

A boa notícia é que qualquer empresa virtual, como o e-commerce, pode desenvolver o marketing de experiência para atrair pessoas ou fechar negócios. E isso vai desde as micros às grandes empresas, independentemente de terem pouco ou muito recurso para investir na estratégia.

Mas, vamos exemplificar. Se a gente for considerar as pequenas empresas, saiba que isso vai poder ser usado como forma de aproximar a marca com o consumidor. Portanto, uma pequena loja pode criar um ambiente envolvente ao oferecer comida com cardápio especial.

Também podemos incluir aqui alguns destaques como as músicas regionais ou ter garçons e funcionários que sabem falar ou lidar com a cultura da região. Por exemplo, tem casos em que as vendedoras de roupas usam dos mesmos modelos que vendem e naturalmente as expõem, já viu?

Os melhores caminhos

Para os especialistas existem aqueles que são os melhores caminhos a serem trilhados na hora de usar essa estratégia. Assim sendo, o foco sempre deve ser que a empresa crie experiências extraordinárias aliando-se a outros consumos.

Saiba como fidelizar o cliente em 5 passos

Vamos usar outro exemplo que é bastante citado: as companhias do setor de esportes. “Várias marcas patrocinam maratonas em lugares exóticos, em ambientes muito bonitos e isso faz com que essas regiões fiquem ligadas às emoções proporcionadas por aqueles locais”, indica a professora da UFRJ, Maribel Suarez.

Ainda conforme a opinião dela, saiba que é importante considerar sempre algumas questões que vão além da estratégia. Por exemplo, o espaço, os aromas, as pessoas responsáveis pelo e as mensagens que a empresa deseja passar.

Para ela, o grande segredo mesmo está em entender com quem a sua empresa quer se relacionar. É o bom e velho conhecimento sobre o público alvo e o futuro consumidor. Depois, entenda como esse público, uma vez engajado, pode ser multiplicador da sua mensagem.

Conheça 5 dicas para fazer um bom atendimento ao cliente

A importância de usar o marketing de experiência

Se você ainda tem alguma dúvida sobre a importância de usar essa ferramenta na sua empresa, saiba que existem histórias boas a serem contadas. As grandes marcas sempre relatam a importância de buscar um diferencial nessas vivências que tem a ver com o relacionamento com o cliente.

marketing de experiência

Para que isso aconteça, elas abusam da criatividade, organização e planejamento. Por exemplo, temos uma entrevista que foi cedida pela gerente de marketing e desenvolvimento de produtos da Golfran, Kimberly Cavalli. Ela relata que cada resultado positivo está nos detalhes e nas experiências.

“É importante que seja algo que o cliente não pode ir até o balcão de uma loja e comprar, entende? Marketing de experiência é sinônimo de emoção. E a emoção só vem à tona quando se faz algo não commodities. Para funcionar, precisa ser real e verdadeiro”, lembra.

Dessa forma, a empresa dela, a Kimberly, faz campanhas internas com consultores. “Sem contar que os franqueados também vivenciam experiências com a marca. Já entregamos prêmios para a Europa e, no ano que vem, um grupo de consultores irá à Disney, vivenciarão um pouco sobre o encantamento dos clientes”.

ANÚNCIO