Aprenda como encontrar o melhor ERP para a sua empresa

Atualmente, contar com um sistema ERP é uma ideia inteligente que toda empresa deve considerar. Até mesmo os microempreendedores individuais podem ter, o que ajuda muito na gestão do negócio. Agora, você vai ver como encontrar o melhor ERP para a sua empresa.

Isso porque temos que ser sinceros: ao mesmo tempo em que existem ótimos programas também existem aqueles que são muito básicos. Outra coisa é que tem os gratuitos, logo também tem aqueles que são bem caros e praticamente impossíveis de serem pagos.

Então, o equilíbrio é uma ideia para o empresário. Muitas vezes, um EPR gratuito vai funcionar muito bem. Já para empresas maiores, a ideia é ter um ERP mais completo e que vai ter um valor a ser pago, que pode ser anual ou mensal. Abaixo, você vai entender mais sobre isso.

Como encontrar o melhor ERP

Um sistema de gestão ERP nada mais é do que um programa que unifica algumas áreas da empresa. Mas, quase sempre o foco será o financeiro. Assim sendo, com a centralização das informações, o sistema deve apresentar relatórios precisos e preciosos sobre a empresa.

Em tempo, cada sistema ERP tem o seu diferencial. Ele pode oferecer um relatório em tempo real, pode mostrar as falhas financeiras de alguns setores, pode evitar erros de cálculo ou de digitação que seria cometido por humanos, etc.

ANÚNCIO

De fato, a tecnologia da ERP nasceu para ajudar as empresas. Mas, encontrar o melhor ERP para a sua empresa não é tarefa tão simples assim. Por isso, a gente vai trazer aqui alguns cuidados que você deve considerar para fazer a sua escolha. Confira.

As áreas da empresa

A primeira coisa é classificar todas as áreas da sua empresa que o sistema controlará. Portanto, pode ser que seja só a área de vendas. Mas, também pode estar incluído o estoque, o marketing, outros serviços.

A partir disso, o que você pode fazer é dividir os setores que são ligados e os que não são ligados entre si. Por exemplo, a pequena empresa controla a produção, mas não controla a contabilidade. Por que? Porque isso é feito por um escritório contábil.

Basicamente, aqui é importante que você saiba o que vai unir nesse ERP e o que não precisa ser controlado por ele.

Os programas simples

Outra boa dica para encontrar o melhor ERP para a sua empresa é pensar na simplicidade do programa. Afinal, muitas das áreas são de simples controle normalmente. Por exemplo: você registra as vendas no caixa, que dá baixa no estoque e faz o registro financeiro.

Todo esse processo pode ser parte de um sistema simples e a partir de alguns pequenos controles. Logo, a dica é: não procure os mais caros e, em caso de pequenas empresas, teste os diversos sistemas existentes porque um pode ser melhor do o outro para você.

Além disso, temos mais dicas: a maioria deles possui versões triais para uso de 30 a 90 dias. O que os especialistas consideram tempo suficiente para o teste do sistema ideal para você. “Não tenha pressa, acima de tudo”, dizem os especialistas.

Já para as empresas um pouco maiores, busque os distribuidores e representantes especializados. Nunca se esqueça de fazer a cotação das propostas e referências de tais sistemas que serão usados por você.

Os custos extras e absurdos

Outro ponto a se considerar. Muito cuidado principalmente para as empresas que vendem seus sistemas e cobram mensalidades bem altas e, até mesmo consideradas, desnecessárias.

Ou seja, essas empresas oferecem suportes pouco úteis e desnecessários. Além disso, eles podem oferecer certas atualizações corretivas e cobram por isso. Dessa forma, acaba sendo um produto caro com pouca serventia.

O que também é um “hábito estranho” de cobrar por manutenções de sistemas que são apenas correções e não melhoramentos. Obviamente, esse tipo de serviço não deveria ser cobrado em hipótese alguma.

Logo, fique atento aos contratos para não gerar custos financeiros extras e insustentáveis para o seu negócio apenas por acreditar em conversas fiadas, ok?

Veja 5 motivos para contabilizar despesas e receitas da empresa

A operação do sistema ERP

Uma das últimas dicas para encontrar o melhor ERP para a sua empresa é considerar a operação geral do sistema. E isso inclui a análise desde relatórios (precisam ser bastante claros) e fazerem sentido para a sua empresa.

Também é preciso testar se a operação não é passível de falhas ou tenha excesso de cliques que atrapalhem os registros.

Além de tudo, tem a questão de ter um registro de totalizadores ou centros de custo. Isso é para facilitar a observação financeira dos resultados. Isso porque há muitos sistemas que oferecem plataformas práticas, bem desenhadas, mas falham na organização dos dados.

Alternativas às ERPs?

melhor ERP para a sua empresa

Os famosos ERPs auxiliam na composição do fluxo de caixa de qualquer empresa. Além do mais, existem aqueles que fazem a intermediação até mesmo com as contas bancárias. Por outro lado, também há fintechs que estão oferecendo esse serviço e com diferenciais.

Um bom exemplo é a Adianta, que é um sistema de gestão que usa uma tecnologia para auxiliar na emissão de notas, por exemplo. André Buchaim é o representante da marca e falou um pouco sobre ela. Veja o que ele disse.

“Existe uma vasta gama de soluções para cada tipo de negócio, que variam de R$4 9 a R$ 1.000 aproximadamente, depende muito da necessidade da empresa, números e tipos de usuário do sistema e do tamanho do negócio”, afirma.

ANÚNCIO