Descubra se menores de idade podem ter um consórcio

Tem muita gente que tem dúvida se alguém que é menor de idade, que tenha menos do que 18 anos, pode fazer um consórcio. Mesmo porque tem muitos pais que tem oi interesse pensando no futuro dos filhos, né. E você sabe a resposta? A gente foi atrás disso.

Para quem pensou nisso também, saiba que sim, um menor de idade pode ter um plano de consórcio no seu nome. Mas, há regras a serem seguidas e a gente vai falar sobre elas no decorrer deste conteúdo. Continue lendo para saber mais do assunto.

Descubra se menores de idade podem ter um consórcio
473284620

Os benefícios

Antes de contratar qualquer produto financeiro, como um consórcio é preciso ter atenção nos custos, taxas e tarifas que pode ter. Mas, de um modo geral, o consórcio acaba sendo uma boa opção porque não exige valores de entrada e não tem taxa de juros.

Além do mais, para os pais que pensam nesses produtos para os seus filhos ainda há de se considerar a questão do tempo e da preparação para o futuro. Assim, dá para pensar em um consórcio de imóveis, por exemplo.

E aí, as vantagens podem ser algo como: não tem custo de avaliação do imóvel, não tem juros (só taxas administração e fixas), mantem o poder de compra, aceita o uso do FGTS como lance e quando contemplado, o cliente pode ficar até 2 meses sem pagar, no caso do Consórcio Luiza.

ANÚNCIO

A regra

A regra para que menores de idade tenha um consórcio é que os países ou responsáveis assinem o contrato em conjunto com os filhos ou de quem esteja sobre a sua responsabilidade.

Agora, também há outro detalhe. Se o menor tiver menos do que 16 anos, aí ele vai ser representado pelos pais ou responsáveis de uma forma mais geral. Já que no Brasil não se permite que pessoas com menos de 16 tenham ou acessem a produtos financeiros.

Portanto, nesse caso, o menor ainda vai conseguir participar do grupo de consórcio. Só que os pais ou tutores ficaram com responsabilidade sobre tudo: inclusive, sobre os pagamentos dos boletos mensais.

Além do mais, saiba que até mesmo em casos de empresas dá para menores terem o consórcio. Nesse caso, o que muda é que a empresa fica com a responsabilidade do produto e não o menor ou os responsáveis. Nesse caso é preciso apresentar o contrato social também.

Observação

As informações abaixo são do Consórcio Luiza e foram disponibilizadas no blog oficial da empresa. O Consórcio Luiza é um serviço financeiro da Magazine Luiza, uma empresa reconhecida no país e no mundo. Você pode ler a matéria completa aqui.

Outra coisa é que é preciso ficar atento às taxas administrativas, que corroem o investimento. Por isso, a melhor forma de estudar o produto antes de contratar é fazendo uma simulação, que é online e gratuita. No consórcio Luiza, você pode simular o consórcio de veículos, de imóveis, de eletro e até mesmo de serviços.

Para isso, só precisa informar alguns dados pessoais e o valor do bem. Saiba mais e simule!

ANÚNCIO