Pesquisa: metade dos brasileiros não apaga a luz quando sai do trabalho

É isso mesmo que você está lendo. Uma pesquisa encomendada pela Signify – anteriormente conhecida como Phillips Lighting – e conduzida pela Toluna, revelou que quase 50% dos entrevistados afirmaram ter esquecido de apagar as luzes do escritório.

O que isso tem a ver? Tudo! Tudo a ver com a economia de dinheiro, economia de energia e com a sua empresa também.

Pesquisa: metade dos brasileiros não apaga a luz quando sai do trabalho

A pesquisa

Desse número, 20.96% se esqueceram de fazer isso de uma a três vezes por mês; e 17,5% admitiram o esquecimento pelo menos uma vez.

Um pouco menos de 5,5% esquecem de 2 a 3 vezes por semana, enquanto mais de 4% se esquecem diariamente.

Agora, já pensou somar tudo isso na conta de energia no final do mês? Mais de mil brasileiros foram consultados.

A pesquisa foi feita no dia 19 de fevereiro com 1059 pessoas das classes A, B e C, segundo critério de classificação social da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (Abep).

Nela, pessoas na classe C2 tem renda média domiciliar de R$ 1.691,44 por mês.

O gasto

Com a luz acesa desnecessariamente, empresas brasileiras pagam milhões de reais à toa.

Dinheiro que poderia ser transformado em outro modo de lucro.

Estima-se que a média das empresas brasileiras gasta cerca de R$ 130 por mês em energia por funcionário.

É por isso que, além de exercitar a memória, é importante ter uma iluminação adequada.

Tecnologia

O SpaceWise é um sistema de iluminação em LED e é um aliado para baratear a conta.

Ele conta com sensores sem fios que permitem configurar espaços de iluminação para casa ambiente.

Então aquela área que não é muito usada pode ser escurecida automaticamente quando o sensor não capta a presença de pessoas no local.

Ainda sobre a pesquisa, mais de 53% dos entrevistados afirmaram que a tarefa de acender e apagar as luzes era de responsabilidade do primeiro que chegasse ao local.

Depois, 11%, disseram que era um segurança que faz o serviço e, 7%, o faxineiro.

Agora, com os sensores, ninguém precisa se preocupar com isso no cotidiano.

A empresa garante a redução da energia em até 50% e, além disso, é muito mais sustentável. Afinal, emite menos carbono.

Na prática          

Alguns escritórios do Citibank, no Reino Unido, optaram por essa solução em LED com sensores.

Em curto prazo, com a alteração em dois andares do prédio, uma redução significativa no consumo de energia foi notada pelos responsáveis.

Devagar, mais ambientes tiveram a mudança e, dentro de seis meses, a redução da energia foi de 40%.

“O novo sistema de controle oferece mais precisão nas zonas de iluminação para que apenas áreas ocupadas estejam iluminadas enquanto as demais luminárias do escritório permaneçam em nível mais baixo”.

“A funcionalidade de escurecer ambientes também permite ajustar os níveis de iluminação dentro de cada área para que esteja de acordo com a preferência dos funcionários trabalhando no ambiente”, Les Smith, Gerente de Engenharia de Instalações Críticas Citi, de Canary Wharf, em Londres.

Com essa velocidade de economia, os donos do Citibank esperam que o retorno financeiro seja completado dentro de três anos e meio.