Nova ferramenta digital ajuda cuidadores a armazenar e organizar documentos essenciais

ANÚNCIO

O Pillar, inicialmente focado no alívio da dívida do empréstimo gratuito para estudantes, lançou hoje um novo serviço pago para ajudar os cuidadores a cuidar melhor de seus entes queridos.

A plataforma torna mais fácil para as pessoas organizar e armazenar as informações mais críticas de suas famílias em um painel online seguro que pode ser compartilhado com outros membros da família confiáveis.

ANÚNCIO
Nova ferramenta digital ajuda cuidadores a armazenar e organizar documentos essenciais
Foto: (reprodução/internet)

O que é o Pillar

Uma família pode usar o serviço para armazenar registros, como medicamentos, seguro de vida, procurações, procuradores de saúde, testamentos, fundos, números de contas bancárias, dados da unidade de armazenamento, códigos de porta de garagem, certidões de casamento, números de carteira de motorista, passaportes, animais de estimação registros de vacinação e muito mais.

Todas essas informações podem então ser compartilhadas com outros membros da família de confiança de uma forma que seja facilmente acessível para aqueles que precisam delas. O acesso pode ser total ou parcial, então os usuários podem escolher o que compartilhar e o que não compartilhar.

A plataforma colaborativa custa $ 9,99 por mês quando paga anualmente ($ 119,88 por ano) ou $ 14,99 por mês quando paga mensalmente.

ANÚNCIO

Como parte de seu serviço, a Pillar inclui monitoramento de identidade, monitoramento de crédito e monitoramento financeiro, onde o cuidador pode receber alertas se houver movimentos inesperados de dinheiro das contas de um ente querido.

“É realmente uma ferramenta abrangente, não importa a aparência da família de alguém”, Michael Bloch, fundador do Pillar, disse à Forbes em uma entrevista.

Leia também: O COVID não afeta só a saúde

A história da empresa

A empresa com sede em Nova York foi fundada inicialmente em 2018 para ajudar as pessoas a se livrarem de dívidas de empréstimos estudantis, depois que Bloch experimentou em primeira mão como o sistema está quebrado.

O produto de assinatura era um aplicativo gratuito que analisava o saldo do empréstimo do mutuário, as tendências de receita e gastos, fazendo sugestões personalizadas sobre o plano de pagamento do mutuário, pagamentos mensais e refinanciamento.

As coisas estavam indo bem até a pandemia. Depois que o governo federal interrompeu os pagamentos e reduziu as taxas de juros a zero para muitos empréstimos federais, Bloch decidiu fechar o acesso ao aplicativo de empréstimos estudantis.

Bloch, que lutava para cuidar da mãe, diagnosticada com uma doença autoimune rara em 2017, percebeu a necessidade de um serviço que pudesse ajudar famílias em situações semelhantes. Então ele decidiu agir.

Dezenas de milhões de norte americanos agem como cuidadores familiares informais de um ente querido mais velho, mas muitos não têm acesso aos recursos ou ferramentas de que precisam para prestar cuidados da maneira mais eficiente, diz Bloch.

Com sua mãe, por exemplo, ele e seus irmãos não encontraram uma maneira fácil de se manter em dia com o seguro e os medicamentos dela.

É aí que um serviço como o Pillar pode ajudar, reunindo informações críticas em um só lugar, diz ele. Reconhecendo a importância da segurança de dados, Bloch diz que a nova plataforma criptografa os dados de ponta a ponta para mantê-los protegidos.

Pillar diz que usa várias técnicas para garantir que apenas usuários autorizados possam acessar as informações.

Por enquanto, a plataforma é baseada na web, mas a Pillar planeja construir um aplicativo móvel também, diz Bloch.

A Pillar levantou recentemente US $ 1,5 milhão em uma extensão de sementes liderada por Kleiner Perkins, totalizando US $ 7 milhões para uma rodada de sementes.

Outros patrocinadores incluem Rainfall Ventures, Great Oaks Venture Capital, Financial Venture Studio, Kairos Ventures e Day One Ventures. Os investidores individuais incluem Adam Nash, ex-presidente-executivo da Wealthfront; Zach Weinberg e Nat Turner, co-fundadores da Flatiron Health; e os co-fundadores da Plaid, Zach Perret e William Hockey.

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Forbes

ANÚNCIO