Descubra o que é o pecúlio na previdência privada

Quando você vai estudar as previdências privadas ou vai contratar uma, você já ouviu falar do pecúlio? Se sim, saiba que é comum não conhecer o significado dessa sigla. Mas, já vamos alertar: é uma espécie de seguro que pode ser feito em vários produtos, como a previdência.

Abaixo, a gente explica melhor o que é o pecúlio e quando ele vale a pena. Lembrando que a previdência privada pode ser pensada como uma forma de complementar a renda daqui a alguns anos ou como forma de deixar heranças para a família.

Descubra o que é o pecúlio na previdência privada

O pecúlio na previdência

Algumas das seguradoras mais famosas do Brasil oferecem o pecúlio às pessoas que pretendem investir na previdência privada. No entanto, ainda que esse seja um benefício, muita gente não sabe como ele funciona, né.

A ideia é entender o que é o pecúlio para saber se isso vai ser bom para você ou para saber se não muda nada no seu investimento. Lembrando que nenhum banco ou instituição financeira pode te obrigar a contratar o pecúlio junto com a previdência porque são produtos separados.

Agora, se alguém dizer que só vende o pecúlio junto com a previdência, saiba que isso se caracteriza como venda casa. O que quer dizer que é contra a lei. Procure os seus direitos, nesse caso, como no Procon ou no Ministério Público.

ANÚNCIO

Como funciona o pecúlio

Em poucas palavras, a gente pode dizer que o pecúlio é uma espécie de seguro que as pessoas podem contratar, em várias seguradoras, para a previdência privada. Assim sendo, é exatamente como o seguro de casa, do carro, de vida.

Obviamente, a história é a seguinte: é melhor pagar o seguro e nunca usar do que não pagar e precisar, não é mesmo? O pecúlio é a mesma coisa. Ninguém vai contratar pensando em usar ele. Mas, se você tiver, vai ser bom em momentos de “imprevistos”.

E o pecúlio na previdência privada funciona assim: se o titular morrer ao longo do caminho e do contrato do produto, o dinheiro investido na previdência vai para os herdeiros. E eles vão receber uma espécie de pensão por morte ou indenização integral.

Os diferenciais

Agora, além dos casos de mortes, saiba que algumas seguradoras também oferecem o seguro do pecúlio para outras situações. Como em casos de invalidez do titular do produto. Assim sendo, ele se torna como um seguro contra morte e invalidez. A ideia é trazer segurança.

A previdência após a morte

Agora, o que muitos especialistas têm criticado é que esse seguro se torna um tanto quanto inválido. Isso a partir do momento que se considerar que uma previdência funciona após a morte também: sendo que é usada como sucessão familiar.

Logo, o beneficiário pode indicar as pessoas que vão receber o dinheiro e o percentual de cada um deles. Isso no caso de heranças legitimas. E ainda mais que a previdência não tem que constar em um inventário, né.

Atenção – alguns estados brasileiros faze a cobrança do imposto da previdência para herdeiros. O que não é comum, mas pode acontecer. Estude isso antes de contratar o seu produto.

ANÚNCIO