Descubra 5 passos para fazer o planejamento financeiro de 2020

Em meio aos pedidos de ano novo e para Iemanjá, saiba que fazer o planejamento financeiro de 2020 do jeito certo é uma das coisas que mais podem surgir efeito na sua vida. A prosperidade pode até vir com a sorte. No entanto, você também tem que fazer a sua parte.

E o começo está no seu planejamento. O que você espera para este ano? Como vai organizar o seu dinheiro, compras, contas, rendas? Portanto, talvez seja o momento ideal para você pensar nisso e não ficar contando apenas com a sorte e com a boa vontade da nossa rainha Iemanjá.

Abaixo temos um pequeno guia para quem quer ter as contas em dia e começar a juntar dinheiro neste ano. Confira.

1 – A DEFINIÇÃO DAS METAS

Jamais se deve começar um planejamento financeiro sem ter metas traçadas. O motivo é que isso vai dar forças e motivação para você chegar ao objetivo. Por outro lado, se não tem metas, você, possivelmente, vai acabar desistindo no meio do caminho.

Portanto, crie sim as suas metas. Muita gente acha isso uma grande bobeira, mas não é. Ao contrário, é muito inteligente da sua parte analisar como foi o ano de 2019 e, a partir disso, traçar os seus novos horizontes para o ano que se inicia.

ANÚNCIO

Mas, nem todo mundo sabe fazer isso. A gente ensina: pergunte-se a si mesmo sobre quais os seus novos sonhos. Onde você quer chegar? Onde você quer ir? As suas metas podem ser várias e diferentes.

Ideia?

Uma boa ideia de meta é pagar as dívidas e contas atrasadas. Mas, também dá para pensar em formar a reserva de emergência ou dar os primeiros passos em investimentos financeiros. Aliás, sem contar ainda com a troca de carro e viagens.

2 – O CUSTO DAS METAS

A partir da criação das metas, o próximo dos passos para fazer o planejamento financeiro tem a ver com o custo de tais metas. Afinal de contas, não dá para planejar algo que esteja fora da sua realidade. Não é mesmo?

Por isso, comece a fazer as contas agora mesmo. Somente com esses dados você saberá quanto vai precisar poupar por mês para se chegar ao objetivo final. Inclusive, isso tem tudo a ver com o seu cronograma financeiro para os próximos meses do ano.

Então, uma viagem que custa R$ 5 mil precisa ser paga até que ela aconteça. Aí, quanto você tem que guardar por mês para se chegar nessa meta? Além do mais, você tem outras metas, não tem? Quanto você vai poupar para a sua aposentadoria, daqui há 20 anos?

3 – O ORÇAMENTO FINANCEIRO

Agora sim você tem que começar a pensar na criação do seu orçamento financeiro para 2020. Se você tem metas e sabe o quanto precisa de dinheiro para alcança-las, agora é hora de você fazer as contas e saber se vai dar para cumprir isso.

Ou se será preciso fazer uma verdadeira faxina financeira na sua vida. Tanto é que é bastante comum que as pessoas notem que não vai dar para juntar dinheiro como queriam. Aí, elas passam a ter algumas possibilidades: aumentam a renda mensal da família ou cortam os gastos.

Qual é a sua opção?

Observe que para uma boa viagem de fim de ano você terá que guardar, ao menos uns R$ 500 mensais. E ainda tem o investimento para a aposentadoria e a reserva de emergência. Então, pode ser uma ideia criar prioridades para os seus objetivos.

Aliás, isso tudo sem contar ainda com os gastos que você ainda tem mensalmente, como com o aluguel da casa, condomínio, alimentação, transporte, educação, etc.

Conheça opções de franquia barata para investir em 2020

4 – O DESTINO DO DINHEIRO

A próxima etapa sobre o seu novo planejamento financeiro de 2020 é você saber guardar o seu dinheiro que está sendo poupado. Porque você tem metas, sabe o valor delas e já está cortando gastos para alcança-las. Mas, se não guardar o dinheiro nada disso fará sentido.

Uma boa ideia é pensar em aplicações financeiras com alta liquidez ou liquidez diária. Essas opções são boas porque permitem o saque imediato ou em alguns dias. Além disso, podem render mais do que é pago pela caderneta da poupança.

E tem mais…

Além do mais, você poderá sempre acrescentar alguns valores a mais caso consiga uma grana extra em determinados dias da semana. Ou quando for vender os produtos que não usa mais.

5 – O CONSUMO INCONSCIENTE

Para finalizar esses passos para fazer o planejamento financeiro devemos falar também de um dos principais vilões, que inibe muita gente de realizar seus sonhos: o consumo inconsciente. Por isso, saiba que é preciso se manter firme para conquistar os objetivos.

Assim sendo, sempre pesquisa muito antes de comprar algum produto. Mais que isso, saiba se realmente vale a pena comprar aquele produto. Aliás, seja minimalista também e faça as contas antes de sair por aí pedindo o troco em balas.

Qualquer centavo pode fazer a diferença nessa sua fase da vida.

Descubra 5 passos para fazer o planejamento financeiro de 2020

Sobre a reserva de emergência

Um ponto legal de ser observado é que quem tem uma reserva de emergência consegue ter mais segurança para fazer escolhas. Com isso, além de estar preparado para os imprevistos. Por isso, saiba que isso também pode te ajudar nesse ano e nos próximos.

Se você ainda não tem essa reserva pode começar a criar agora mesmo, sendo que é um ponto importante, ainda que não esteja entre os passos para fazer o planejamento financeiro deste ano. Para isso, saiba que o ideal é ter 6 vezes o seu salário mensal.

Mas, você pode começar com pouco nesse planejamento financeiro de 2020, já que a ideia é acumular esse dinheiro ao longo do tempo.

ANÚNCIO