Preocupado com dinheiro por causa do COVID-19? 5 dicas para a geração do milênio

ANÚNCIO

A geração do milênio (nascidos entre 1980 e 1996) está em situação difícil há anos. A pandemia global piorou as coisas para esta geração, mas existem alguns passos que eles podem tomar para melhorar suas finanças no futuro.

As consequências financeiras do COVID-19 tiveram um impacto desproporcional na geração do milênio. Na verdade, boa parte dos mais jovens acham a pandemia uma ameaça menor do que os furos financeiros.

ANÚNCIO

De acordo com um estudo americano da Advisor Authority com mais de 2.500 consultores, profissionais financeiros e investidores individuais, durante a pandemia a geração do milênio têm sido a geração que tem muito mais probabilidade de sofrer cortes salariais, demissão do emprego e assumir responsabilidades adicionais como cuidador de um familiar ou amigo.

A geração do milênio já enfrentou sua cota de desafios financeiros. Amadurecendo durante o impacto de 2008 e a Grande Recessão, sobrecarregados com mais dívidas de empréstimos estudantis do que qualquer outra geração, muitos desses jovens foram forçados a suspender importantes decisões de vida, desde comprar uma primeira casa até começar uma família. 

Agora, enfrentando outro desafio financeiro “único na vida” causado pela pandemia, 84% deles dizem que poderiam fazer todas as coisas certas para administrar suas finanças e ainda ser pego de surpresa por eventos externos.

ANÚNCIO

Se você se sente assim, a luta é real, como seus medos. Mas há uma luz no fim deste túnel e o tempo está do seu lado. Aqui estão cinco dicas para ajuda-los a administrar suas finanças durante a pandemia.

Preocupado com dinheiro por causa do COVID-19? 5 dicas para a geração do milênio
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: Como não paralisar financeiramente seus filhos

1. Está tudo na busca: encontre um profissional financeiro

Para muitos dessa geração (geração do milênio), a pandemia foi um alerta financeiro. Os mais jovens são mais propensos a atrasar o pagamento de suas contas e aumentar sua dívida de cartão de crédito, vender ações de seus planos de aposentadoria ou de suas outras contas de investimento, a fim de cumprir suas obrigações financeiras.  

Busque novos caminhos. Ao trabalhar com um consultor ou profissional financeiro, você pode desenvolver um plano que se adapte às suas metas financeiras em todas as fases da vida, desde trabalhar e economizar agora, até os anos de aposentadoria para ter mais confiança sobre suas finanças e seu futuro.

Para encontrar um consultor ou profissional financeiro, a confiança é importante. Se possível, peça recomendações a amigos e familiares. Se essa não for uma opção, seu banco pode oferecer serviços de planejamento financeiro. Pesquise online empresas de consultoria e gestão de fortunas.

Seja específico. Descubra se elas podem fazer da sua segurança uma prioridade, com uma verdadeira experiência digital, desde um portal de clientes até aplicativos móveis e soluções de assinatura eletrônica. Descubra quais serviços eles oferecem e que tipos de clientes atendem. 

Pergunte como eles são compensados, taxa pelo serviço, porcentagem dos ativos sob gestão ou comissões. Se seus recursos forem limitados, alguns consultores e profissionais financeiros irão até mesmo ajudá-lo a definir metas e desenvolver um plano financeiro básico por uma taxa única.

Lembre-se: o custo de curto prazo de obter uma boa orientação de um consultor ou profissional financeiro é um dos investimentos mais inteligentes que você pode fazer em si mesmo.

2. Resista à tentação: comprometa-se com um orçamento mensal

Pode ser fácil se envolver em comprar os dispositivos mais recentes e as tendências mais recentes. Especialmente agora que estamos passando mais tempo em casa, vivendo nossas vidas online. 

Enquanto a mídia social está nos direcionando para anúncios, as coisas estão instantaneamente disponíveis com o clique de um botão e, em seguida, entregues diretamente na nossa porta durante a noite. Há um verdadeiro poder em um orçamento mensal para rastrear seus hábitos de consumo, priorizar para onde vai seu dinheiro e manter suas despesas sob controle. 

Dê pequenos passos se for necessário. Reduza vários serviços de streaming, cancele assinaturas que você não usa com frequência e observe seu dinheiro aumentar com o tempo. É difícil resistir à gratificação instantânea. Mas é importante equilibrar seus desejos com suas necessidades, especialmente durante tempos incertos como este.

3. Pague-se primeiro: torne guardar dinheiro um hábito

Depois de ter seu orçamento mensal, economize seu item de linha número 1. Pague-se primeiro, mesmo que seja apenas alguns reais por mês. Ao reduzir outras despesas, pagar empréstimos estudantis ou dívidas de cartão de crédito, todo esse dinheiro extra pode ir direto para sua poupança.

Quando puder, estabeleça um fundo para os dias chuvosos para cobrir despesas imprevistas, como consertos de automóveis ou de casa. Em seguida, estabeleça um fundo de emergência separado, de modo que você tenha um colchão para cobrir vários meses de despesas contínuas, como aluguel ou hipoteca, contas de serviços públicos e pagamentos de aluguel de carro.

Durante a pandemia, ser incapaz de cumprir as obrigações financeiras é uma grande preocupação para a maioria dos americanos mais jovens. Adquira o hábito de economizar para estar pronto para o inesperado.

Veja também: O que fazer com uma sorte inesperada

4. Pense a longo prazo: Gerenciar riscos e retornos

Enquanto você ainda está acumulando economias e sua aposentadoria está a décadas de distância, pode valer a pena assumir o risco de mercado agora para construir mais riqueza a longo prazo. Lembre-se de que, com mais de 30 a 40 anos de investimentos pela frente, permanecer investido no mercado tem produzido historicamente os melhores resultados de longo prazo. 

Um consultor ou profissional financeiro pode ajudá-lo a construir uma carteira bem diversificada para ajudar na proteção contra mercados em queda, volatilidade contínua e taxas de juros baixas recordes.

Se você tiver a sorte de ter ativos substanciais, se tiver estourado seus planos qualificados e estiver procurando por maior proteção, seu consultor ou profissional financeiro poderá recomendar uma anuidade. Anuidades são veículos de investimento de longo prazo, com imposto diferido, projetados para aposentadoria. 

Eles podem ajudá-lo a se proteger contra as desvantagens do mercado, enquanto permitem que você capture alguns de seus ganhos. Quando você estiver pronto para se aposentar, eles podem fornecer um fluxo de renda garantido para toda a vida. 

Como os planos de previdência tradicionais estão desaparecendo do local de trabalho e a responsabilidade de se preparar para a aposentadoria recai inteiramente sobre seus ombros, você pode pensar nisso como uma forma de fornecer mais proteção para sua aposentadoria.

Lembre-se de que as anuidades são investimentos de longo prazo para a aposentadoria, portanto, pode ser cobrada uma multa adicional se sacar seu dinheiro antes do tempo. As anuidades podem flutuar em valor com base no desempenho dos investimentos subjacentes ou índice e podem envolver risco de mercado, incluindo possível perda do principal. 

Todas as garantias e proteções estão sujeitas à capacidade de pagamento da seguradora emissora, portanto, procure uma seguradora que seja bem-avaliada e financeiramente estável.

5. Controle o que você pode

Agora, o mundo está incerto. Mas se você controlar o que puder, poderá se preparar para dias melhores à frente. Invista tempo para encontrar um consultor ou profissional financeiro que seja adequado para você e crie um plano. Comprometa-se com um orçamento, torne a economia um hábito, maximize o diferimento de impostos e gerencie riscos e retornos. 

Enquanto a pandemia continua a impactar a economia e dominar as manchetes, com essas cinco dicas, você pode estar no seu caminho para um futuro financeiro mais saudável.

Veja também: Não seja um odiador de orçamentos

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Kiplinger

ANÚNCIO