A geração do milênio foi prejudicada financeiramente, mas o tempo está do lado deles

ANÚNCIO
A geração do milênio foi prejudicada financeiramente, mas o tempo está do lado deles
Foto: (reprodução/internet)

Sofrendo de fadiga da recessão, esta geração, no entanto, não pode se dar ao luxo de fugir das ações. Veja como essa geração deve priorizar suas metas de poupança para a aposentadoria.

Nós, da geração Y, passamos por uma fase difícil. Apesar de ser a geração mais educada e financeiramente responsável, nosso emprego e renda não corresponderam às expectativas, o que nos tornou uma das mais gerações mais azaradas. 

ANÚNCIO

Para começar, muitos de nós começamos a vida adulta logo após a Grande Recessão. E agora, também enfrentamos a recessão do COVID-19. Com esse histórico de má sorte econômica, muitos estão simplesmente focados na sobrevivência financeira básica, navegando no mercado de trabalho apertado, pagando dívidas e mantendo o pagamento das contas em dia. 

No entanto, apesar dos desafios de novas rodadas em tempos difíceis, ainda é importante para a geração do milênio manter as economias para a aposentadoria em mente.

Veja também: Seja um especialista em orçamentos: como controlar os gastos com um orçamento detalhado

ANÚNCIO

Não tenha medo do mercado de ações

Depois de passar por duas grandes quedas do mercado de ações, muitos Millennials (integrantes da geração do milênio) ficam desconfiados de “jogar dinheiro fora” investindo no mercado de ações. 

Em 2019, a empresa americana BlackRock descobriu que 65% da riqueza dessa geração, pelo menos nos EUA, o que não deve ser muito diferente do resto do mundo, era mantida em dinheiro, o maior valor de qualquer geração viva. 

Isso é uma má notícia para o crescimento da riqueza de longo prazo, já que o dinheiro tende a ter retornos muito baixos, na verdade, as contas de poupança podem perder valor regularmente em dinheiro real!

Embora voláteis, os retornos das ações geralmente tendem a ser maiores do que os retornos de outros investimentos. Nunca houve um período de 20 anos em que o mercado de ações ficasse em queda, incluindo 1988 a 2008, e mesmo em grandes quebras, a recuperação tende a ser bastante rápida. 

Em 2011, o mercado de ações compensou o declínio de 60% do mercado da Grande Recessão e, apenas este ano, já vimos o mercado recuperar as perdas iniciais da forte queda no início da pandemia de COVID-19.

Os consultores financeiros geralmente recomendam que a geração do milênio destine de 85% a 90% de seus portfólios de aposentadoria em ações. Noventa por cento pode parecer muito, mas tenha em mente que os investimentos na aposentadoria devem durar décadas

As pessoas que investem regularmente e têm sólidas economias de emergência podem suportar as falhas dessas carteiras com muitas ações. E, no longo prazo, eles acabam com muito mais riqueza. Para obter a melhor imagem de quais são suas próprias necessidades de alocação de ativos, considere consultar um consultor.

Perceba que o tempo está do seu lado

Para esta geração, ainda faltam mais anos de trabalho do que no passado. Qualquer um que faça parte dela que começar a economizar para a aposentadoria em 2020, mesmo os mais velhos, ainda começará a economizar para a aposentadoria mais cedo do que o cidadão médio.

E, com pelo menos 25 anos até a idade de aposentadoria convencional, mesmo contribuições de poupança relativamente pequenas podem equivaler a uma aposentadoria confortável. Combinado com a Previdência Social, começar cedo e economizar muitas vezes pode aumentar ao longo do tempo para manter um padrão de vida decente ao longo da vida. 

Encontrando a conta de investimento certa

O crescimento da riqueza pode ser maximizado contribuindo para contas com vantagens fiscais. Uma recomendação comum é priorizar a economia na seguinte ordem:

Financie seus outros objetivos. Muitos querem economizar para a entrada de uma casa, um carro, a educação de um filho ou alguma outra grande despesa. Contas de corretagem tributáveis ​​e contas de poupança são geralmente boas opções.

Escolher priorizar suas economias para aposentadoria ou outras metas é uma decisão pessoal, portanto, certifique-se de descobrir o que funciona melhor para sua situação. Mas, apesar de quão difícil foi a última década para muitos de nós, é importante ficar de olho no planejamento para o futuro, mesmo que em pequenos passos, pois o amanhã sempre se transforma em hoje.

Veja também: Como proteger sua aposentadoria (Para quem cuida de pais e filhos)

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Kiplinger

ANÚNCIO