Saiba por que o professor de medicina faz “blackface” para simular pacientes pobres

ANÚNCIO

Posição da Santa Casa

Saiba por que o professor de medicina faz “blackface” para simular pacientes pobres
Fonte (reprodução/internet)

A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa emitiu uma nota onde afirma repudiar veemente qualquer ação de cunho racista ou preconceituoso. A instituição resolveu abrir uma sindicância interna para apurar os fatos ocorridos, esta sindicância pode levar ao afastamento do médico. A instituição deu direito a defesa por parte do contraditório, a sindicância pode durar até 60 dias e durante este tempo o médico encontra-se suspenso de seus afazeres na instituição. Em nota, o médico denunciado por comportamento racista e preconceituoso afirmou que não estava familiarizado com a prática do “blackface” e por isso não compreendia sua conotação ofensiva. Reafirmou não ter tido a intenção de ofender ninguém por sua raça ou classe social, disse também atuar como médico a pelo menos 30 anos, inclusive prestando atendimento aos menos favorecidos, alegou que sua “encenação” seria somente para fins didáticos acrescentando o que em sua visão seria um conteúdo “lúdico”. O caso ainda será levado pelos alunos para o Conselho Regional de Medicina de São Paulo.

ANÚNCIO