Seguro rural é opção para produtores evitarem transtornos com tempestades

Você sabia que o Brasil é o país com maior incidência de raios em todo o mundo? A maioria acontece durante as estações do verão e primavera. E em 2019, os especialistas acreditam que este número deva ser ainda maior.

A informação vem de quem entende do assunto: o INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais que ainda revelou que são cerca de 50 milhões de ocorrências todos os anos. Tudo por causa das temperaturas elevadas e também pelo aumento da umidade.

Seguro rural é opção para produtores evitarem transtornos com tempestades

O oceano pacífico tem registrado águas mais quentes que o normal. Essa água então evapora, forma mais umidade, que ocasiona em mais nuvens, gerando uma maior movimentação na camada de ar que envolve o planeta Terra.

Além dos prejuízos já conhecidos com a queima de aparelhos elétricos e queda de árvores, por exemplo, outro fator preocupante destas correntes elétricas é com os produtores rurais. Eles têm perdido animais, instalações elétricas e até mesmo plantações.

O seguro rural como alternativa

Uma das alternativas para driblar o problema tem sido o seguro rural. Segundo a MAPFRE, 35% de todos que acionaram a seguradora quando o assunto é rebanho, correspondem aos raios. A incidência só perde para as doenças nos animais.

ANÚNCIO

“Apesar de ser a segunda maior causa de sinistros, os raios concentram mais perdas. As doenças, na maioria das vezes, são pontuais, enquanto que um raio pode causar a perda de mais de 100 animais em um único evento”, alertou Patricia Siequeroli, superintendente executiva de Seguros Gerais da MAPFRE.

Estragos causados por raios, por exemplo, podem ser amenizados com esta modalidade.

Qual o motivo de tantas perdas?

A maioria do rebanho fica pastando a céu aberto e quando vai fugir da chuva, se abriga em baixo de árvores, junto à cercas e todas unidas. Para evitar os prejuízos, o seguro rural tem ajudado bastante o produtor, como explica a representante da MAPFRE.

“Além da cobertura contra fenômenos naturais, como as descargas elétricas, as apólices rurais da MAPFRE se estendem a doenças, acidentes, entre ocorrências de outras naturezas”.

Independentemente de onde você esteja, é primordial procurar abrigo ao primeiro sinal de tempestades. Sair de áreas com água como piscinas, rios, lagos e praias e também evitar campos abertos que funcionam como imã para os raios.

Não se esqueça de ficar longe de aparelhos elétricos ligados na tomada, celulares conectados no carregador e também objetos de metal que conduzem energia.

O que são os raios?

Os raios nada mais são do que correntes elétricas que são formadas dentro das nuvens. Com o choque entre as partículas de gelo, elas se eletrificam e armazenam cargas. Tudo dentro da nuvem.

Na sequência, as faíscas se formam e é nessa hora que surgem os raios pincelando o céu.

Na maioria das vezes, os raios não saem das nuvens. O que a gente vê são apenas os clarões. Em apenas cerca de 20% das situações, os raios saem das nuvens e vão parar direto no chão.

ANÚNCIO