Seja um especialista em orçamentos: como controlar os gastos com um orçamento detalhado

ANÚNCIO

Quer ir além do orçamento de envelope? Experimente esta planilha de orçamento gratuita para traçar seu próprio plano e ter um controle firme sobre para onde seu dinheiro está indo. Orientaremos você em cada etapa.

Embora o orçamento muitas vezes evoque angústia, não deveria. Fazer orçamentos é um sinal de liberdade, colocando você no comando das decisões de gastos e economia.

ANÚNCIO

Para aqueles de vocês que acham o orçamento de envelope muito simples, vamos discutir o método de orçamento detalhado . Esse método é um pouco mais trabalhoso, mas é ótimo para aqueles que querem se aprofundar mais em suas finanças do que o orçamento de envelope permite.

Basicamente, este método de orçamento consiste em uma planilha que você pode baixar e preencher com números de suas contas, recibos de pagamento e declarações de impostos. Não se preocupe: parece mais complicado do que é e iremos orientá-lo em cada etapa.

Primeiro, encontre uma planilha de orçamento qualquer online que se adeque aos seus padrões. Agora vamos dividir esta planilha em cinco partes.

ANÚNCIO
Seja um especialista em orçamentos: como controlar os gastos com um orçamento detalhado
Foto: (reprodução/internet)

Veja também: Por que vale a pena ser um cliente paciente

Parte 1: Renda

Veja todas as fontes de renda para você e seu cônjuge (incluindo emprego, distribuições de contas de investimento, suporte externo etc.) e liste cada uma separadamente como um item de linha. A coluna anual deve ser preenchida primeiro. 

Para ser conservador, os bônus anuais devem ser deixados de fora da seção de receitas. Esses pagamentos flutuantes realmente representam um bônus, porque você pode pagar dívidas ou aumentar a poupança. Apenas certifique-se de reter os impostos desse bônus como faria com qualquer outro salário.

Parte 2: Despesas Fixas (Obrigatórias)

Isso inclui tudo, desde seu aluguel ou hipoteca a serviços públicos, creches, pagamentos de empréstimos e seguro de automóvel. Você pode não ter um valor monetário para cada item de linha nesta seção, mas este é um bom ponto de partida. 

De um modo geral, é útil pagar grandes despesas anuais mensalmente, para que você não tenha que pensar em uma grande conta de fim de ano perto dos feriados. Se o seu provedor de hipotecas se oferecer para garantir o imposto sobre imóveis e contas de seguro residencial, faça-o. 

As seguradoras e escolas privadas geralmente oferecem planos de pagamento com uma cobrança mínima para distribuir os pagamentos em 12 meses, em vez de um único pagamento anual. Uma regra de orçamento a ter em mente aqui: Despesas fixas obrigatórias não devem exceder 50% da receita bruta.  

Parte 3: Despesas discricionárias

“Discricionário” não significa desnecessário; ele simplesmente reflete a variabilidade da despesa. As despesas nesta categoria incluem saques em caixas eletrônicos, roupas, refeições em restaurantes, associações de fitness, presentes e mantimentos. Novamente, você pode não ter todas as categorias preenchidas, mas isso serve para lhe dar um ponto de referência. 

Esta terceira seção deixa bastante espaço de manobra para sua família priorizar seus objetivos financeiros. Por exemplo, sinta-se à vontade para aumentar as doações de caridade para a categoria de Despesas Fixas se você der o dízimo. 

Para determinar o valor mensal das despesas discricionárias, pense nas médias. Observe que os custos médicos aqui são despesas que você paga. Qualquer cobertura de seguro patrocinada pelo empregador está listada na seção a seguir.

Outra regra de orçamento: tente ter despesas discricionárias iguais ou abaixo de 30% de sua receita bruta

Parte 4: Outros/anuais

Esta categoria cobre itens como pagamentos de impostos, plano de saúde e contribuições para aposentadoria. Consulte os recibos de pagamento e as declarações de impostos do ano anterior para personalizar essas informações. 

Parte 5: Meta de economia líquida

Seu resultado final está na Seção 5. Este é o valor restante após o preenchimento de todas as outras categorias. Se houver sobra, ótimo! Sua próxima etapa é decidir juntos quais objetivos não relacionados à aposentadoria devem ser atingidos primeiro. Ou você pode considerar aumentar sua contribuição para a aposentadoria na Parte 4, seção Deduções na folha de pagamento. 

Se você encontrar um déficit, revise as outras seções para ver se há erros e veja se você está acima das diretrizes de porcentagem sugeridas nas seções Despesas Obrigatórias ou Discricionárias. Não seja desencorajado; este é um ponto de partida e pode servir como um excelente pontapé inicial para uma conversa com seu cônjuge enquanto você prioriza metas em conjunto. 

A metodologia é semelhante para pessoas solteiras. Você está tentando atingir as mesmas porcentagens em cada categoria: não mais que 50% de Despesa Fixa e 30% de Despesa Discricionária. 

O fluxo de caixa extra é maravilhoso porque você está fazendo um ótimo trabalho vivendo de acordo com suas possibilidades. Um déficit, ou valor negativo, na Parte 5 significa que você precisa fazer alguns ajustes no estilo de vida. Encontre maneiras criativas de ganhar mais receita ou diminuir despesas.

Veja também: Como automatizar sua economia em 6 etapas

Traduzido e adaptado por equipe Cotação Seguro

Fonte: Kiplinger

ANÚNCIO