Tesouro IPCA + 2045 – aprenda como investir para daqui 26 anos

O Tesouro Direto tem um simulador online próprio. Ele permite que o usuário da internet e futuro investidor possa fazer algumas contas antes de comprar os títulos públicos.

O simulador é gratuito e pode ser usado em qualquer hora do dia.

Após simular a compra dos títulos, a página online do Tesouro também mostra como é possível investir no Tesouro de maneira simples.

Para você que quer investir nessa opção de aplicação financeira segura, acesse o simulador online.

Investir para daqui 26 anos

Agora, considerando alguém que tenha, ao menos, mais 26 anos de trabalho pela frente, a gente pensou em um título para daqui 26 anos. E chegamos no Tesouro IPCA + 2045.

PROPAGANDA

O Tesouro IPCA + 2045 é um dos títulos que podem ser pensados no longo prazo, como para projetos de aposentadoria ou de viagens. Ele é pós-fixado e não tem vencimento com o pagamento de juros semestrais, como está no site do Tesouro.

Portanto, trata-se uma aplicação que vai render com base no IPCA. Assim sendo, é ótimo para quem não quer perder o poder de comprar ao acumular algum dinheiro ao longo do período de trabalho.

Quais os valores

Assim como para investir em qualquer título público, o ideal não é pensar, inicialmente, em quanto se vai investir de uma vez. O grande segredo é fazer aportes mensais.

Por exemplo, o mínimo que se exige nesse título é R$ 30. Mas, quem conseguir fazer aportes todos os meses, vai conseguir acumular um bom dinheiro para daqui 26 anos.

Mesmo porque o Tesouro tem Imposto de Renda, que segue uma tabela regressiva. Assim, quanto mais tempo se mantém os recursos investidos, menor é o desconto do leão da Receita Federal.

Se você tirar o dinheiro antes de 2045, possivelmente, não vai ter perda financeira. Mas, no entanto, pode ser que o seu rendimento não tenha sido o melhor que poderia.

Por que o Tesouro

Tesouro IPCA + 2045 – aprenda como investir para daqui 26 anos

O Tesouro Direto é, atualmente, chamado de nova poupança porque tem a mesma segurança da caderneta, a qual estamos acostumados.

Além disso, tem a vantagem de ter rendimentos melhores em qualquer uma das opções dos papéis, seja no Selic, no IPCA, com juros semestrais, etc.

Assim sendo, quando se soma a segurança com a rentabilidade, muita gente acaba chegando no Tesouro. Que é um título da renda fixa e, portanto, tem baixíssimo risco de perda.

Quanto acumular

No site do Tesouro, indicado acima, também dá para ver quanto se pode ter ao final de um investimento feito. Assim, simulamos o Tesouro IPCA 2045 e chegamos à um número bem interessante.

Vamos supor que você tenha uma renda familiar de R$ 5 mil e consiga investir 10% disso. Aí, temos R$ 500 em 26 anos. O resultado final é de mais de R$ 470 mil.

Então, se a gente pensar em uma aposentadoria para daqui 26 anos, considere que você pode ter praticamente meio milhão de reais na sua conta. Isso ao investir nessa opção de título e com aportes mensais de R$ 500, obviamente.

Mas, o Tesouro é flexível e você pode investir menos, a partir de R$ 30.

PROPAGANDA