3 dicas simples e baratas para usar o seu cartão de crédito melhor

Os especialistas afirmam que mais da metade da população brasileira ativa financeiramente tenha um cartão de crédito em mãos. Por outro lado, a gente sabe que o uso indiscriminado e inconsciente do cartão gera problemas, como o endividamento.

Assim, fica a reflexão: será que dá para usar o cartão de forma consciente? Claro que dá. E saiba que ao se fazer o melhor uso do cartão, a pessoa acaba aproveitando melhor as oportunidades financeiras que surgem na vida dela.

3 dicas simples e baratas para usar o seu cartão de crédito melhor

Pensando nisso, separamos 3 dicas super simples e que não vão te custar nada a mais. Elas podem ser usadas desde agora e vão significar muito para você ter um melhor controle do seu cartão e dos seus gastos também. Continue lendo para saber mais.

1 – O limite de crédito

O limite de crédito é uma das coisas que deve ser consideradas por quem quer fazer o melhor uso dessa forma de pagamento. Isso porque nem sempre o banco ou o gerente vai te oferecer o melhor limite, quase sempre é um limite mais alto do que você poderia arcar.

Então, considere ter um limite que te ajude em casos de imprevistos. Mas que não se tornem um problema para você. É bem simples pensar nisso: se você tem renda de R$ 3 mil por que deve ter um cartão com limite de R$ 10 mil? Isso não faz o menor sentido, né.

ANÚNCIO

De modo geral, o que se recomenda é ter um limite que pode ser pago em um ou dois meses. Portanto, se você ganha R$ 2 mil mensais, nunca se deve ter um cartão com limite acima disso. Na teoria, o limite deveria ser de apenas 30% do salário, pense nisso.

2 – O débito em conta

O débito em conta não é dos serviços mais agradáveis, é verdade. Mas, para quem está tendo problemas com o cartão de crédito, ele pode ser usado de forma autêntica. Primeiro porque é um serviço gratuito e depois porque vai te ajudar a não se esquecer de pagar a fatura.

O motivo é que a fatura do cartão de crédito, quando não paga na data certa, gera multa e juros. E o detalhe principal é que esses juros são os maiores do mundo. Você não quer ficar pagando juros altos, quer?

3 – A quantidade de cartão

O número de cartões de crédito que se tem precisa ser pensando por uma questão bastante lógica. Não é fácil controlar os gastos de dois ou mais cartões. Assim sendo, quanto mais cartão se tem, maiores as chances de perder o controle.

E isso vale até mesmo para quem costuma controlar muito bem o cartão, viu. A única exceção vale para quem tem que controlar gastos da empresa também. Aí sim vale a pena ter mais de um cartão, desde que seja um para empresa e outro para o uso pessoal.

Além do mais, ter mais de um cartão significa ter mais de um gasto com a anuidade ou outros custos que um cartão pode ter, como é comum aqui no Brasil.

ANÚNCIO