5 maneiras erradas de usar o seu o cartão de crédito

O cartão de crédito pode ser uma ferramenta muito útil se usado da maneira correta, no entanto, se você é compulsivo por compras, o cartão de crédito pode se tornar um inimigo poderoso contra a sua saúde financeira.

Existem formas erradas de usar o cartão. E você vai descobrir quais são para evitar isso!

5 maneiras erradas de usar o seu o cartão de crédito

Muitas pessoas se endividam com ele, justamente porque não sabem usá-lo da forma segura.

Você precisa prestar bastante atenção para evitar que esse instrumento financeiro não se torne um instrumento de tortura.

Existem alguns sinais que você está utilizando o seu cartão de forma errada e é se isso realmente estiver acontecendo é bom ficar atento para não deixar a prestação virar uma bola de neve e a dívida aumentar.

PROPAGANDA

1 – Cuidado com as parcelas

Uma das vantagens do cartão de crédito é poder parcelar as contas, certo?

Bem, isso não é lá uma vantagem.

Você consegue transformar uma compra com um valor mais alto em pequenas e tranquilas contas para pagar em mais tempo.

O problema é que a fatura do seu cartão fica ocupada com parcelas de meses anteriores, entre outras palavras, você está pagando hoje uma compra que você já fez há alguns meses.

Isso é muito perigoso, caso haja um imprevisto e você precise utilizar o cartão para pagar esse imprevisto, essa despesa inesperada pode te levar a contrair uma dívida.

Se mais do que 50% dos valores da sua fatura estão sendo usadas por parcelas dos meses anteriores, você está utilizando o cartão de crédito de forma errada.

2 – À vista é muito caro

Esse é outro erro muito comum e muito grave também.

Se você compra algo parcelado porque à vista é muito caro você está jogando dinheiro fora.

Por exemplo, se você vai comprar um celular novo que à vista custaria R$ 2.990,00 e percebe que pode parcelar em 10 vezes de 299,00.

Aí, começa a achar que esse valor não fica tão pesado no orçamento mensal e acaba comprando o aparelho e faz com que a sua dívida se arraste por meses.

Você deve ficar atento para não comprar no cartão o que você não compraria a vista.

3 – Nunca aceite ou solicite um cartão novo

Muitas pessoas quando ficam sem limite em um determinado cartão acabam solicitando um novo para poder continuar gastando.

Se você não consegue controlar a fatura de um, imagine de dois?

Se você age por impulso, vai acabar se endividando. Cuidado!

4 – O valor mínimo da fatura

Se você pagar o mínimo da fatura, quer dizer que o restante do valor da fatura, você financiou.

E como você deve saber, todo financiamento tem juros.

Você vai pagar, no mínimo, 12% a mais do que a parcela cheia.

Se você está pagando o mínimo todo mês. Pare de usar o cartão até zerar a dívida.

Organize-se para pagar à vista.

5 – Cheque especial para pagar o cartão

Outro erro grave. Você só está trocando seis por meia-dúzia.

O cheque especial e o rotativo do cartão de crédito possuem as mais altas taxas de juros do mundo. Ultrapassam, com facilidade 10% ao mês.

Se você utiliza o cheque especial para pagar contas, suas finanças estão em estado crítico, mude imediatamente seus hábitos.

PROPAGANDA